Galo goleia Schalke 04 e larga bem na Florida Cup, nos Estados Unidos

 

♫ E O GALO DOIDO QUE CHEGOU BOTOU TERROOOOOOR… VEM NO PASSINHO COMEMORANDO O GOLLLLL♫

Em 65 anos muita coisa mudou.Avanço na tecnologia digital,futebol Brasileiro sendo contestado, grandes craques nasceram e o inicio de uma era de vitórias com o sabor de emoção.Mais uma coisa não mudou não a “FREGUESIA”.

Em 1950, o Atlético-MG foi até a Alemanha e venceu o Schalke 04 por 3 a 1, em uma excursão do time mineiro à Europa, que ficou conhecida como “Campeonato do Gelo”. 65 anos mais tarde, os 2 times voltaram a se encontrar, e o resultado não foi diferente.

zé

Na abertura do Torneio da Flórida para o Galo, vitória de 3 a 0 sobre a equipe alemã, no Lockhart Stadium, em Fort Lauderdale, com direito a um bonito gol de Lucas Cândido e a defesa de pênalti de victor, no segundo tempo.

Viu que é azul o GALO DOIDO não perdoa!!!

O JOGO

Mostrando o mesmo entrosamento do final da temporada de 2015, principalmente no primeiro tempo, o time mineiro venceu o Schalke 04 por 3 a 0, gols de Leonardo Silva, Patric e Lucas Cândido. Como já era esperado, o técnico Diego Aguirre, em sua estreia à frente do Galo, não alterou muito o time que terminou o ano anterior, ainda sob o comando de Levir Culpi, como vice-campeão brasileiro.

A única alteração da equipe Atleticana fez  foi a entrada de Thiago Ribeiro no lugar do argentino Dátolo. E a permanência da maioria dos jogadores favoreceu, e muito, ao entrosamento da equipe. Buscando sempre o gol, pressionando o adversário,sem essa de CHUTÃO mas ainda sim pecando nas finalizações.

“TESTA DE FERRO”

Em uma jogada forte da equipe mineira o Alvinegro encontrou as redes aos 7 minutos .Quando Giovanni Augusto cobrou escanteio e, em uma das jogadas mais usadas pelo time mineiro, Leonardo Silva subiu mais que zaga e cabeceou para as redes.

leona

Mas ainda no primeiro tempo, o Atlético buscava mais o ataque que o Schalke. O time mineiro se mostrava muito ofensivo. Thiago Ribeiro, que estreou na temporada como titular, se movimentava muito no ataque, mas perdendo algumas boas chances. Ele também mostrou um bom entrosamento com o argentino Lucas Pratto mas ainda sim faltou alguém pra fazer a parceria com o argentino. O Schalke respondeu, com Hojbjerg, que chutou ao lado de Victor. Schöpf também ameaçava, sempre pela direita de seu ataque. Mas era o máximo que os alemães conseguiam.

SEGUNDO TEMPO

No segundo tempo, várias alterações dos dois lados. Os treinadores aproveitaram para observar seus jogadores que começaram no banco. o Atlético parecia que estava satisfeito com o resultado.SÓ QUE NÃO!

“DEFENDEU….VICTOR”
Aos 35 minutos, Sane fez a jogada pela esquerda de seu ataque e, quando tentou o drible, a bola acabou tocando em Edcarlos, que estava caindo. O árbitro marcou o pênalti. Johannes Geis cobrou, mas Victor defendeu e, no rebote, o mesmo jogador do time alemão chutou por cima do gol.(Pênalti roubado não entra) 

PATRIKÃO DA MASSA

Quando parecia ia ficar no 1 a 0 o Atlético tirou o pé do acelerador, logo no lance segunte, Hyuri, que estreava com a camisa atleticana, dividiu com a zaga alemã, e a bola sobrou para Patric, que aproveitou e mandou para a redes.

patrcik

BEM VINDO DE VOLTA LUCAS CÂNDIDO

E o Galo não parou por aí.Na jogada seguinte, Lucas Cândido acertou um belo chute no ângulo do goleiro do time alemão, fechando o marcador: 3 a 0 para o alvinegro.

LUCAS CA

QUE VENHA O CORINTHIANS!

O time Mineiro começou bem o ano de 2016 e seu próximo desafio é um velho desafeto “O TIMÃO” o segundo e último jogo do Atlético-MG no Torneio da Flórida será no domingo, às 17h (de Brasília). O adversário será o Corinthians, em jogo que será disputado em Boca Raton.

FICHA TÉCNICA

SCHAKKE 04 0 x 3 ATLÉTICO
Motivo:
 Florida Cup
Local: Lockhart Stadium, Fort Lauderdale, EUA
Data: 13/1/2016
Hora: 21h30 (de Brasília)
Gols: Leonardo Silva (7’), Patric (80’), Lucas Cândido (81’)
Árbitro: Ted Unkel (EUA)
Assistentes: Mark Cahen (EUA) e Brian Poeschel (EUA)

Schalke 04
Ralf Fährmann (Nübel); Júnior Caiçara (Sascha Riether), Max Meyer (Belhanda), Leon Goretzka e Eric Choupo Moting (Johannes Geis); Dennis Aogo (Sead Kolasinac), Alessandro Schöpf (Sidney Sam), Pierre Hojbjerg (Leroy Sane) e Klaas Jan Huntelaar (Franco Di Santo); Joel Matip (Thilo Kehrer) e Roman Neustädter (Friedrich). Técnico: André Breitenreiter.

Atlético

Victor; Marcos Rocha (Hyuri), Jemerson (Edcarlos), Leonardo Silva (Erazo) e Douglas Santos (Mansur); Rafael Carioca (Eduardo), Leandro Donizete (Dátolo), Luan (Juan Cazares) e Giovanni Augusto (Lucas Cândido); Thiago Ribeiro (Patric) e Lucas Pratto (Carlos). Técnico:Diego Aguirre.

 

 

ESQUECIDOS! Os campeões da Copa das Nações da Oceania As melhores jogadoras da todas as edições da Copa do Mundo Feminina sub-20 TÁ ROLANDO! As campeãs de todas as edições da Copa do Mundo Feminina Sub-20 Veja quem chegou e quem saiu do Flamengo na janela do meio do ano