Atlético-MG alcança a liderança após o final da 22º rodada.

O ponto somado fora de casa pelo Atlético-MG nesse último domingo diante do Ceará (22), fez com que o time mineiro permanecesse na liderança do Campeonato Brasileiro, empatado em número de pontos com o Flamengo. O time comandado por Sampaoli leva vantagem no número do vitórias.

Apesar de se manter na primeira colocação, o clube mineiro tem com que se preocupar. Na terceira colocação e com 37 pontos aparece o São Paulo. O time paulista, que vem numa crescente sobre o comando do técnico Fernando Diniz, ainda tem três partidas para fazer do primeiro turno, podendo assim assumir a liderança do campeonato.

A curiosidade é que o Galo de Jorge Sampaoli não costuma empatar. Sob seu comando no Brasileiro foram 12 vitórias, 8 derrotas e apenas 3 empates, mantendo assim uma média de 40% de aproveitamento na liderança no Campeonato Brasileiro de 2020 com 39 pontos, algo que não conseguiu em 2019 pelo Santos quando alcançava o 3º lugar com 41 pontos, uma inferioridade na pontuação mas superioridade na colocação.

Galo enfrentará o Botafogo com mais dois desfalques.

Com muitos desfalques devido ao surto de COVID-19 no elenco, o Galo ganha mais duas preocupações para a próxima rodada. O lateral esquerdo Arana, e o meio-campista Dylan Borrero cumprirão suspensão na quarta feira. Guilherme Arana recebeu cartão amarelo aos 40 minutos do primeiro tempo. Foi o terceiro do jogador na competição. Antes, o lateral já havia sido punido na vitória por 2 a 1 sobre o Red Bull Bragantino e na recente goleada por 4 a 0 diante do Flamengo. Já Dylan Borrero cumprirá suspensão após ser expulso aos 24 minutos do segundo tempo da partida no Castelão. O colombiano foi punido após acertar cotovelada no rosto do atacante Léo Chú.

Imagem: Pedro Souza/Atlético.

O time mineiro vai em busca da primeira vitória de 2020 em cima do Botafogo a partir das 21h30 nessa quarta feira (25), no Mineirão em Belo Horizonte, partida válida pela 23ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Foto de capa: Pedro Souza/Atlético Mineiro.

Resta1