Conmebol divulga revisão do VAR na expulsão de Nacho em River x Atlético

O Atlético-MG perdeu uma peça importante do seu elenco para o jogo de volta, no Mineirão, contra o River Plate. Após o VAR chamar o árbitro em um lance de dividida, o meia Nacho Fernández, autor do gol da vitória no jogo de ida, na Argentina, foi expulso. Nesta quinta-feira, a Conmebol divulgou imagens e áudios da revisão.

Após um pouco mais de quatro minutos de paralisação, o árbitro Jesús Valenzuela, da Venezuela, foi chamado ao monitor, analisou o lance e em pouco tempo tomou a decisão: “É cartão vermelho, perfeito”. O assistente do VAR deu a sua opinão, depois de analisar por vários ângulos a solada de Nacho em Angileri.

“Minhas considerações são: perna estendida, intensidade média-alta, golpeia entre o joelho e a canela, com as travas (da chuteira)”, afirmou. Dando prosseguimento, o operador do VAR seguiu a linha de raciocínio: “Vamos chamar, é um pé estendido, com as travas por cima, velocidade média alta, com a força do jogador”.

Nesse sentido, cada cartão vermelho nas quartas de final custa 2 mil dólares ao clube. Dessa forma, o Galo foi duplamente punido com a suspensão de Nacho, que será julgado pelo Tribunal Disciplinar da Conmebol mas, em princípio, perde um jogo de gancho

A expulsão do jogador aconteceu aos 35 minutos do segundo tempo. Sendo assim, será desfalque certo na partida de volta, 18 de agosto, quando o Atlético precisa de um empate para garantir a classificação para a semifinal da Libertadores.

Os 10 melhores laterais brasileiros do FIFA 08 ESTRANHA! Relembre a primeira escalação de Jurgen Klopp pelo Liverpool em jogos oficiais SÓ CRAQUE! Os atacantes convocados pela Seleção Argentina nas últimas 10 Copas do Mundo Os números de Rodrigo Nestor em 2022