Em jogo movimentado no Castelão, Atlético empata com o Ceará em 2 a 2 e reassume a liderança do Brasileirão

Em partida válida pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Atlético visitou o Ceará na Arena Castelão, na tarde deste domingo (22), buscando reassumir a liderança da competição. Com 26 desfalques no departamento de futebol devido a Covid-19 (sendo 10 jogadores), o alvinegro, comandado por Leandro Zago, abriu o placar no primeiro tempo, tomou a virada na etapa complementar e só conseguiu o empate, aos 25′, em lance de pênalti.

Imagem: Pedro Souza/Atlético

PRIMEIRO TEMPO

O jogo no Castelão iniciou com o Atlético propondo, apertando buscando o gol, mas esbarrando, no primeiro momento, nas transições do meio de campo para o ataque. O Vozão, por sua vez, tentava induzir o erro adversário, para assim, explorar o contra-ataque. Entretanto, também não conseguia se fazer presente no campo do alvinegro e consequentemente, não levava grande perigo a área do goleiro Rafael 

A pressão do Galo, no entanto, só fez efeito aos 28′. Após cobrança de escanteio, Igor Rabello exigiu uma grande defesa de Fernando Prass. Na sequência do rebote, Sasha emendou meia-bicicleta para abrir o placar em Fortaleza. O melhor lance do Vozão na etapa inicial aconteceu aos 46′. Após cobrança de falta, Tiago cabeceou, mas a bola saiu por cima do gol. 

Em suma, o time de Leandro Zago, apesar da falta de entrosamento entre as peças, fez uma primeira etapa inicial muito segura e eficiente em Fortaleza. 

SEGUNDO TEMPO

Buscando ampliar a vantagem na etapa complementar, Keno já buscava o gol de Fernando Prass logo ao primeiro minuto. No entanto, o Ceará mostrou vontade no retorno ao gramado e empatou a partida em seguida; Lima recebeu de Léo Chú para balançar as redes de Rafael. 

Após o gol, o Atlético deu início a uma pressão sobre os donos da casa. Aos 8′. por exemplo, Savarino finalizou de fora da área, mas viu a bola sair por cima do gol. Em seguida, Dylan também bateu de fora; a bola saiu a direita do gol de Prass. Entretanto, em bobeada da defesa, aos 10′, Samuel Xavier fez boa jogada pela direita, cruzou rasteiro e Filipe Vizeu escorou para as redes, para virar o jogo em Fortaleza. 5′ depois, o Vozão chegou muito perto de fazer o terceiro, mas Rafael fez uma grande defesa no chute de Vina. 

Aos 25′, o árbitro expulsou Dylan Borreiro por cotovelada sobre jogador do Ceará. Mas a partir daí, até o fim dos 90′, o Galo ainda conseguiu sobressair com um a menos. No lance seguinte da expulsão, Keno foi derrubada na área por Fernando Prass e a penalidade máxima foi marcada. O próprio foi para a marca da cal para empatar o jogo no Castelão. 10′ depois, o camisa 11 ainda exigiu grande defesa do goleiro no que poderia ter sido o terceiro do alvinegro no jogo.  

Por fim, aos 44′, Vina ainda chegou a marcar, de letra, para os donos da casa. Mas a arbitragem marcou impedimento do atacante no lance. E assim, o placar final na Arena Castelão ficou em Ceará 2, Galo 2.

Com o empate, o Atlético chega aos 39 pontos e retoma a liderança do Brasileirão devido ao número de vitórias maior que a do Flamengo, que também soma os mesmos 39 tentos.

FICHA TÉCNICA

Atlético (2):  Rafael, Talison (Bueno), Júnior Alonso, Igor Rabello, Guilherme Arana, Dylan, Zaracho (Marrony), Calebe (Nathan), Savarino (Marquinhos), Keno e Sasha (Hyoran). 
Técnico: Leandro Zago 

Ceará (2): Fernando Prass, Samuel Xavier, Tiago Pagnussat (Klaus), Eduardo Brock, Bruno Pacheco, Charles (Léo Chu), Fabinho, Vina, Fernando Sobral, Lima (Leandro Carvalho) e Filipe Vizeu (Cléber).
Técnico: Guto Ferreira 

Apitou, no Castelão, Raphael Claus, auxiliado por Danilo Ricardo Simon Manis e Alex Ang Ribeiro. O VAR ficou por conta de Elmo Alves Resende Cunha. 

AGENDA

O Atlético recebe o Botafogo, nesta quarta-feira (25), no Mineirão, às 21h30. A partida é válida pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.  

Resta1