“Jogar no Galo era tudo que eu mais precisava”, declara Arana em carta à Massa

Foto: Pedro Vilela/GettyImages

O camisa 13 relatou que ouvia do pai, desde os tempos de Corinthians, que o jogador que fosse campeão brasileiro com o Atlético entraria para a história

Campeão Brasileiro, da Copa do Brasil e Supercopa com o Atlético, medalhista de ouro com a Seleção Sub-23 e atual lateral da Seleção Brasileira de Tite, Guilherme Arana vive grandes momentos desde que optou por voltar ao Brasil e jogar no Atlético.

E em uma carta dedicada à torcida neste 25 de março, data em que se comemora os 114 anos de fundação do Galo, além da gratidão por tudo que vem vivendo no alvinegro, o lateral-esquerdo também contou como foi a sua escolha pelo clube mineiro até o seu desembarque em Belo Horizonte, em 28 de janeiro de 2020.

Assim, logo no início, Arana fala sobre a importância do seu pai para a conclusão da negociação, visto que, desde os tempos de Corinthians, ele dizia ao lateral que quem fosse campeão brasileiro pelo Galo entraria para a história. Hoje, marcado nesta história, Arana destaca que jogar no Atlético era realmente tudo aquilo que ele precisava.

Ao saber da oferta, meu pai ficou mais apreensivo do que eu para fechar o negócio. Desde a época em que eu jogava no Corinthians, ele já me falava: “O jogador que for campeão brasileiro pelo Galo vai entrar para a história.

Assim que contei que tinha recebido o convite do Atlético, ele torceu bastante e até botou pilha para que aceitasse logo, porque, na cabeça dele, eu teria uma chance de ouro nas mãos.

Meu pai tinha razão. Sempre teve. Jogar no Galo era tudo que eu mais precisava.

E já ao fim da carta, o camisa 13 do Galo retoma a sua relação com o seu pai ao afirmar que se orgulha de dizer que entrou para a história do clube e ainda projeta grandes momentos com a camisa alvinegra.

Graças ao meu pai, o Atlético virou um capítulo à parte na minha vida.
Agora, quando ele me pergunta “E o Galo?”, eu tenho a resposta na ponta da língua:
O Galo ganhou!
“.

Tenho orgulho de dizer para o meu pai que o pivete sonhador entrou para a história do Galo forte vingador. Uma história que ainda promete grandes emoções“, reiterou o lateral.

Os resultados dos jogos de ida das oitavas da Sul-Americana Os resultados das partidas de ida das oitavas de final da Libertadores PREOCUPANTE? Os números do Botafogo nos últimos 8 jogos da temporada Os 10 times da Série A com mais gols marcados na temporada 2022