Avaí empata com o Náutico no returno

Náutico e Avaí se enfrentaram em Recife, no estádio dos Aflitos, na noite desta sexta-feira (06/11), pelo o returno da Série B. O Leão da Ilha da ilha precisa fazer 13 vitórias no returno para conseguir a pontuação ideal para o acesso. Ou seja, vencer o Náutico fora de casa, que é uma equipe que está mal na competição era crucial. A vitória não veio, na verdade o Avaí escapou da derrota.

Primeiro tempo:

Certamente com meio campeonato já disputado, pode-se dizer que todos os jogos da Avaí serão reativos e sofríveis. Independente de onde joga ou contra quem é, o Leão da Ilha entrega a bola para o adversário e tenta sair em escapadas. Portanto o primeiro tempo foi assim. O Náutico errou muitos passes e claramente era uma equipe frágil. Por outro lado, o Avaí esperava e não agredia. Após o belo lançamento do Betão, Jonathan abriu o placar num lance de sorte. Dessa forma, pode-se concluir que a vitória parcial era injusta.

Segundo tempo:

Se com o empate o Avaí já não tinha vontade, após estar na frente do placar foi pior ainda. Ou seja, a Azurra foi inoperante em seus contra-ataques, mas por um outro lado, o Náutico crescia cada vez mais no jogo. Apesar do gol do Kieza ser irregular, os donos da casa já mereciam marcar um gol. Logo após isso, o Avaí estava muito mais perto de levar o segundo, do que marcar. O empate parecia ser um bom resultado. Mais uma vez, num lance de sorte, porém agora o Alan Costa salvou o Avaí de uma derrota em Recife. O Avaí aparentava sair satisfeito com um empate num jogo onde tinha totais condições de ganhar. Relembrando, precisa fazer 13 vitórias no returno se quiser o acesso, agora faltam apenas 18 jogos.

Foto de capa: Bruna Costa/Diário de Pernambuco

Resta1