Avaí perde fora de casa para o Paraná

Avaí e Paraná se enfrentaram no estádio Durival Britto, em Curitiba no Paraná, na noite desta terça-feira (11/08), pela a segunda rodada da Série B. Um jogo importante para o Avaí que visa o acesso então, a vitória era muito importante para se manter no topo da tabela. No entanto, o Leão da ilha acabou sendo derrotado por 1 a 0. Novamente o Avaí faz um bom primeiro tempo e deixa cair o rendimento no segundo tempo.

Primeiro tempo

O Avaí surpreendeu bastante na sua escalação inicial, isso se deve pelo o fato do Geninho por opção técnica não repetir a escalação que venceu o Náutico por 3 a 1, desta vez o comandante Avaiano apresentou um 3-5-2, sacando o atacante Jonathan do time para colocar o zagueiro Betão. Porém, mesmo sem uma formação tão ofensiva como a do jogo passado, Azurra teve um primeiro tempo interessante. O Avaí tinha controle do meio do campo, ou seja, mesmo tendo menos posse de bola, a equipe não sofria pressão dos mandantes, além disso, vale ressaltar que as melhores jogadas do Leão da ilha no primeiro tempo saíram dos pés do Valdívia.

Segundo tempo

Da mesma forma que o rendimento havia caído no segundo tempo do jogo passado, novamente isso se repete, onde os dois laterais, Capa e Arnaldo deixaram de ter presença ofensiva. Valdívia que era o jogador mais interessante no primeiro tempo, no segundo tempo simplesmente sumiu no jogo. O Avaí que tinha o controle do meio de campo, aos poucos foi perdendo as rédeas do jogo e sendo encaixotado no seu campo de defesa. A impressão que se tinha era de que um empate era um bom resultado, pois mesmo com opções no banco de reverter o cenário, o Geninho não as utilizavas.

Portanto, quem joga para empatar, tende acabar perdendo e foi isso que aconteceu. Num lance de azar do zagueiro Betão, que fazia uma boa partida até então, aos 40 minutos do segundo tempo, o zagueiro errou o chute e em vez de afastar o perigo após o escanteio, acabou acertando o Sallinas. A bola que bateu no zagueiro Avaiano foi fatal para o Frigeri que nada pode fazer.

Após o gol sofrido, o Geninho muda na equipe, no entanto não se tinha muito tempo para uma reação. O Avaí ainda teve a chance de empatar no último lance, com o Valdívia, mas a bola passou raspando a trave e não entrou.

Foto de capa: Rui Santos/PR Clube

Resta1