Alvo do Barcelona, Xavi não vai renovar com time do Catar

Idolo do Barcelona, o ex-jogador Xavi irá deixar o comando do Al-Sadd, do Catar. Assim, ele surgiu como uma alternativa para o Barcelona.

Há três anos no clube, o técnico Xavi, ex-jogador do Barcelona e da seleção da Espanha, não deve renovar seu contrato com o Al-Sadd, do Catar. A informação foi da emissora “Al Kass”. No entanto, o motivo do rompimento do vínculo não seria um possível interesse do ex-clube de Xavi em sua contratação.

O principal fator seria a recente eliminação do time catari da Liga dos Campeões da Ásia, ainda na fase de grupos. Dessa forma, o treinador estará sem clube a partir do dia 15 de maio. Por outro lado, o nome de Xavi já esteve vinculado ao Barcelona durante as janelas de transferências anteriores e pode pintar na equipe.

Anteriormente, ele esteve muito próximo de assinar com o clube catalão, mas o presidente do clube na época escolheu o holandês Ronald Koeman, que tem contrato até junho de 2022. Por mais que sua primeira temporada, em meio a uma reconstrução, tenha rendido ao Barcelona o troféu da Copa do Rei, um possível fracasso na La Liga pode render sua demissão.

Depois de se aposentar no próprio Al-Sadd, Xavi assumiu o comando da comissão técnica em maio de 2019. Assim, ele conquistou na temporada passada o campeonato nacional (Qatar Super League). O Al-Sadd também é o maior vencedor da competição, com 15 títulos. Em fevereiro, o time faturou a mais recente edição da Copa do Catar.