Emprestado pelo Barcelona, Pjanic critica Ronald Koeman: “Me desrespeitou”

Miralem Pjanic já sabia que seu futuro não seria no Barcelona. Depois das negociações com a Juventus não evoluirem, o bósnio acertou com o Besiktas. Dessa forma, o meio-campista já havia sido comunicado pelo técnico Ronald Koeman que não contava com ele.

Sendo assim, em entrevista ao Marca, Pjanic não poupou críticas para o treinador do Barcelona. “Koeman me desrespeitou. Ele nunca estava falando comigo. Sou um jogador que pode aceitar tudo, mas sempre gostaria que me explicassem, e não como se tivesse 15 anos,”

disse.

Além disso, explicou sua saída do clube catalão e a escolha pelo Besiktas. “Aceitei baixar o meu salário e entrar para o Besiktas porque adoro jogar futebol.” Apesar da forte declaração, Pjanic pode retornar ao Barcelona, já que o empréstimo do bósnio ao clube turco será até o final da temporada.

Por fim, o vínculo não tem opção de compra fixada em contrato. Pjanic foi contratado pelo Barcelona em 2020, após passagem pela Juventus, onde jogava desde 2016, em uma operação em que o volante brasileiro Arthur trocou o clube espanhol pelo italiano.