Pjanic, outro grande fracasso milionário do FC Barcelona

O meio-campista bósnio foi o substituto de Arthur em uma operação pela qual o clube do Barça pagou 70 milhões de euros a Juve de Turim.

O Barcelona não conseguiu passar do empate contra o Cádiz no Camp Nou em partida que Miralem Pjanic foi novamente um dos jogadores mais criticados do Barça, vivendo o meio-campista bósnio um pesadelo desde que chegou no verão passado da Juventus de Turim no meio uma troca pela qual a equipe italiana pagou 80 milhões de euros por Arthur enquanto o Barcelona colocou 70 milhões pelo mencionado Pjanic.

A ideia principal aconteceu porque o jogador de futebol de 30 anos tinha um potencial papel inicial com Sergio Busquets e Frenkie de Jong, mas as circunstâncias e especialmente a ideia de Ronald Koeman mudaram tanto que Pjanic se tornou um simples jogador de futebol rotativo, algo que já provocou em mais de uma ocasião a reclamação do próprio meio-campista, de quem não se esperava que ocupasse esse papel secundário no Barcelona, quando era um jogador-chave no centro de campo da Vecchia Signora.

A pouca participação de Pjanic e o mau desempenho nesses minutos de jogo provocam uma série de críticas ao meia bósnio, bem como rumores constantes sobre uma possível saída no âmbito dessa reconstrução desportiva que a equipa do Barça pretende realizar face a face da próxima temporada, e na qual Pjanic poderia ser colocado na rampa de partida com o objetivo impossível de recuperar um investimento econômico que é sem dúvida um dos mais desastrosos da história recente no mercado de transferências de Barcelona.

imagem by Getty Images