Renovação de Neymar pode decretar saída de Messi do Barcelona

BARCELONA, SPAIN - MAY 08: Lionel Messi of FC Barcelona looks on during the La Liga Santander match between FC Barcelona and Atletico de Madrid at Camp Nou on May 08, 2021 in Barcelona, Spain. Sporting stadiums around Spain remain under strict restrictions due to the Coronavirus Pandemic as Government social distancing laws prohibit fans inside venues resulting in games being played behind closed doors. (Photo by David Ramos/Getty Images)

Um dos pedidos de Lionel Messi para renovar com o Barcelona era a volta de Neymar. Sem essa opção, a renovação do argentino fica mais complicada.P

Após tantos rumores, foi confirmada a renovação de Neymar com o PSG. Assim, a novela que envolvia um retorno do brasileiro ao Barcelona está encerrada. Por outro lado, a história mudou e acabou dando nascimento à uma nova novela, que é a renovação de Lionel Messi com o clube espanhol.

As diferentes informações que saem da Catalunha informam que a continuidade de Lionel Messi no Barcelona está por um fio após a confirmação da renovação de Neymar. Dessa forma, o motivo é que um dos pedidos do argentino para renovar era a contratação do brasileiro. No entanto, isso é algo que está fora do alcance do clube.

O vínculo de Messi se encerra em junho e ele ainda não assinou uma renovação. Essa dúvida cria um problema no ambiente do Barcelona, que atravessa uma situação econômica difícil, por isso a dificuldade de oferecer uma proposta para convencê-lo. Para Neymar voltar ao clube, Messi estaria disposto a abaixar o salário, mas a renovação dele com o PSG pode ocasionar a saída do argentino.

Por um lado, o Barcelona tenta gastar todas as armas que tem para mantê-lo, como a contratação de Sergio Aguero, que é muito amigo de Messi. Por outro lado, o PSG está otimista para acertar a contratação do argentino e utilizará o pacto dele com Neymar para isso. É desejo de ambos jogarem juntos novamente.

Por fim, o PSG tenta renovar com Kylian Mbappé para formar o trio de ataque sonhado. A permanência do francês não inviabiliza a chegada de Lionel Messi. De acordo com os jornais franceses saídas de Thiago Silva e Edinson Cavani abriram espaço o suficiente na folha salarial para o argentino.