Três jogadores que deixaram o Barcelona contra sua vontade

Assim como no Real Madrid, no Barcelona também existem caso de jogadores que após destaque no clube foram vendido mesmo tendo a intenção de seguir. As decisões geralmente foram tomadas pela diretoria da época, ou treinadores que decidiram que naquele momento suas saídas seriam melhores para a equipe. No clube catalão, esse quesito destacam-se Samuel Eto’o , Luis Suárez e Ronaldinho Gaúcho.

Ronaldinho Gaúcho – Sem dúvida um dos nomes que mais podem doer lembrar ao Barcelona. O brasileiro fazia magia em campo e teve ótimas atuações no Camp Nou. Porém com a chegada de Guardiola tudo mudou, já que o treinador não queria lhe manter no clube. É verdade que as últimas temporadas de Ronaldinho não foram tão boas, longe de outras na quais lhe colocaram como um dos maiores da história. Por fim, o brasileiro assinou com o Milan por cerca de 24 milhões de euros.

Eto’o – O atacante camaronês foi uma grande figura na história do Barcelona, mas a verdade é que, assim como Ronaldinho gaúcho ele não se encaixou bem com Pep Guardiola. O treinador queria se livrar do atacante porque queria contratar Zlatan Ibrahimovic, algo que veio a acontecer posteriormente.

Luiz Suárez – Foi o caso mais recente, aconteceu durante o último mercado de transferências. A chega de Ronald Koeman fechou as portas para o uruguaio, já que o treinador não incluiu Suárez em seus planos para a temporada. Josep María Bartomeu negociou a rescisão do atacante, e logo após Luiz Suárez se tornou jogador do Atlético de Madrid. Em seu novo clube já são quatro  em cinco jogos do Campeonato Espanhol.

FOTO DE CAPA: Getty Images.

Resta1

Matheus Ramos

Estudante de jornalismo, amante do futebol espanhol, em especial do Real Madrid.