Jorge Jesus fala sobre Gilberto: ‘É um patinho feio para a torcida’

Jorge Jesus, treinador do Benfica, após ter vencido o Tondela de virada, por 2 a 1, falou sobre Gilberto, lateral-direito brasileiro que fez o gol da vitória encarnada.

Assim sendo, o técnico português começou por elogiar os três atletas que entraram no decorrer da partida. “Os jogadores que entraram também foram determinantes, deram mais qualidade e velocidade à equipe. Dos três, dois fizeram gol. A equipe do Benfica está muito confiante. Por exemplo, o Grimaldo, que jogou mais de 90 minutos na Holanda e [hoje], no fim, mostrou alguma dificuldade. O próprio João Mário (também), mas a entrada de mais jogadores [que não começaram contra o PSV] era para que a equipe ficasse mais ‘levezinha'”, começou por dizer.

Ademais, o ex-treinador do Flamengo admitiu que as mudanças na escalação inicial afetaram a coesão do time. “[A equipe] Não ficou tão coesa, tão forte coletivamente ofensivamente no primeiro tempo. Tivemos alguns jogadores com pouca velocidade com e sem bola. É preciso dar velocidade”, acrescentou, justificando as substituições”. Sabia que entrada destes três jogadores… O Julian [Weigl] ia fazer a equipe a jogar mais, Rafa ia dar velocidade e o Gilberto, que é um patinho feio para a torcida, mas quando tem bola tem um critério muito forte e ainda bem para todos”, disse Jorge Jesus.

No final, o treinador elogiou a vitória do Benfica. “Foi uma boa vitória, difícil, não há vitórias fáceis. O jogo não saiu tão bem no primeiro tempo como pensávamos, mas temos de acreditar, continuar, e foi o que fizemos no segundo tempo e fomos vencedores justos. O Tondela fez um chute e um gol. Futebol é a única modalidade coletiva em que não é preciso ser melhor do que o adversário para ganhar. Basta, como aconteceu hoje, o Tondela poder defender resultado de 1×0 no único chute que fez. Futebol é fácil, jogar é muito difícil e treinar ainda mais”, concluiu.

Foto: Imago Images