|

Botafogo/PB goleia o Operário-MS e se classifica para a segunda fase da Copa do Brasil.

Com o mesmo regulamento do ano passado, a Copa do Brasil 2019, os confrontos da primeira fase foi definido via sorteio, a primeira etapa da competição será disputada em jogo único, os mandos de campo foram dos piores ranqueados na CBF de acordo com cada duelo, com isso os visitantes tem a vantagem de se classificar em caso de empate.

O jogo:

O Botafogo/PB não se pegou ao regulamento e de esperar as iniciativas do adversário, o jogo começou “pegando fogo” os jogadores se desentendendo, mas Botafogo/PB em vez de colocar lenha na fogueira, resolveu jogar um balde de água fria no adversário e abriu o placar com Dico.

Dico seguiu sendo o protagonista, só que dessa vez a favor do Operário, a bola bateu no braço do atacante botaguense dentro da área, o árbitro assinalou o pênalti, Alberto cobrou e deixou tudo igual.

Dois minutos depois, Thiago Miracema deu uma cotovelada em Rogério, o jogador que já tinha amarelo, foi expulso com o vermelho direto, o que parecia ser uma reação dos donos da casa, ficou mais difícil com um jogador a menos, nos minutos finais do primeiro tempo.

Na volta do intervalo, o time paraibano aproveitou a superioridade no número de atletas e após uma cobrança de escanteio de Marcos Aurélio, Nando colocou o Belo à frente do marcador novamente.

Minutos depois foi a vez de Nando servir Marcos Aurélio e o camisa 10 praticamente sacramentou a vitória. Mas tinha tempo para decretar a goleada e a classificação, Clayton recebeu ótimo lançamento, tocou de primeira e deixou Nando cara a cara com o goleiro, livre para empurrar a bola no gol e dar números finais à partida.

Partida: Operário-MS 1X4 Botafogo/PB

Data e hora: 13/02/2019, quarta-feira, às 20:30h.

Local: Estádio Morenão.

Árbitro principal: Sávio Pereira Sampaio (DF).

Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Leila Naiara Moreira da Cruz (DF).

Quarto árbitro: Augusto Domingos Borges Ortega (MS).

Operário-MS: Jota, Da Silva, Rodrigo Arroz, André Paulino, Eduardo Arroz, Gerson (Pedro Hulk), Jorginho, Alberto, Thiago Miracema, Jean Carlos (Emerson Santos) e Fernandinho.
Téc: Arilson Costa.

Botafogo/PB: Saulo, Roniery, Willian Goiano, Lula, Fábio Alves (Charles), Rogério, Marcos Vinicius, Clayton, Marcos Aurélio (Rafael Ibiapino), Dico (Adalgiso Pitbull) e Nando.
Téc: Evaristo Piza.

Gols: Dico (20′ do 1T), Alberto (33′ do 1T), Nando (19′ e aos 30′ do 2T) e Marcos Aurélio (21′ do 2T).

Com a classificação, o Botafogo/PB embolsou R$ 625 mil, premiação que cada time recebe por avançar para a segunda fase. Valor adquirido também pela Tombense que venceu, por 3 à 0, na noite de quarta-feira (13), e eliminou o Sport.

Botafogo/PB e Tombense se enfrentam na segunda fase, a partida será disputada em Minas Gerais, data, horário e local ainda à ser definidos pela CBF.

O Botafogo/PB é o único representante da Paraíba na Copa do Brasil, pois o Campinense o outro time do estado que se classificou para disputar a competição, recebeu o xará do Belo, o Botafogo-RJ, no Estádio Amigão, em Campina Grande, e perdeu por 2 à 0 e deu adeus ao campeonato nacional.

Sem tempo para folga, do Mato Grosso do Sul a equipe paraibana viajou até Aracajú, visando a Copa do nordeste, pois enfrenta o Sergipe, no Estádio Batistão, o jogo será no próximo sábado (16), às 16h.