Em reunião com torcida Organizada, diretoria diz que Chamusca só sairá se tiver substituto

O clima foi de tensão ao longo do dia no Botafogo. Havia grande expectativas acerca da possível demissão de Chamusca após reuniões no dia de ontem. O vice presidente Vinícius Assumpção, porém, garantiu à torcida organizada Fúria Jovem que o treinador só irá sair se houver substituto à disposição.

O encontro ocorreu após o treino de hoje, no estádio Nilton Santos. Um grupo de cerca de 30 torcedores foram ao estádio cobrar os jogadores e a diretoria pelos péssimos resultado na temporada até aqui. Dos jogadores, Rafael Moura, Pedro Castro, Marco Antônio e Diego Loureiro se dispuseram a conversar com os torcedores. Nesse diálogo, o VP do Botafogo, de acordo com relatos, afirmou que não demitiu Chamusca pela falta de substituto definido e que os profissionais mapeados pelo clube recusaram a oferta.

O nome de Vanderlei Luxemburgo foi lembrado na reunião, porém o treinador teria pedido cerca de 400 mil reais por mês, valor fora da realidade financeira do clube. Por ora, mesmo com a pressão da torcida, Marcelo Chamusca segue como treinador do Botafogo.

Créditos da Imagem: Twitter/Fúria Jovem

Ney, Ganso e cia! Os jogadores em atividade com mais gols pelo Santos Lampions! A provável escalação do Bahia para enfrentar o Ferroviário-CE pela Copa do Nordeste Alguém vai bater? Os principais recordes do Brasileirão Pré-Libertadores: chaveamento, datas, onde assistir e mais