Blackburn Olympic, o primeiro time da classe operária a ser campeão na Inglaterra

Apesar de ter somente 11 anos de existência (entre 1978 e 1989), a agremiação da região de Lancashire conseguiu mudar o rumo da história do futebol inglês e também mundial

 

Para quem assistiu a minissérie The English Game tem que ficar ciente da existência de algumas incongruências históricas em relação ao mostrado nos capítulos. Ressaltamos que Fergus Surter realmente foi campeão pelo Blakcburn Rovers (1884 ao invés de 1880 como relatado na série), porém o primeiro vencedor da FA Cup, sendo de trabalhadores foi seu rival, o Blackburn Olympic. A região norte venceu os ricos, que entre os times tinham o Wanderers, Clapham Rovers, Royal Engineers e o Oxford University, eles até então dominavam a competição que se iniciou no ano de 1871.

O início foi em ligas locais, mas em 1880 disputou sua primeira FA Cup, sendo eliminado logo na primeira fase para o Sheffield FC pelo placar de 5 a 4, no duelo seguinte perdeu para o Darwen por 5 a 1. Na temporada seguinte acabou não disputando, três equipes de Blackburn disputaram a competição (Rovers, Park Road e Law). Todavia em 1882 voltaram para serem os vencedores, no primeiro embate superou o Accrington pelo placar de 6 a 3, o resultado deixou a agremiação confiante para os jogos posteriores.

Na segunda rodada, o Blackburn Olympic aplicou 8 a 1 pelo Lower Darwen no dia 9 de dezembro de 1882, antes do final do ano, a equipe novamente eliminou um clube de Darwen (nesse caso foi o Rambiers) pelo placar de 8 a 0. Os resultados elásticos já demonstravam que o time estava afim de mudar a situação no futebol inglês, nas oitavas, vitória por 2 a 0 sobre o Church. Chegando nas quartas-de-final, enfrentaram o único time galês da competição, tinha também o norte-irlandês Kildare e o Queen’s Park da Escócia como estrangeiros. No final do duelo, Blackburn Olympics 4×1 Druids.

Na semifinal duelaram com uma das agremiações imponentes na época, o Old Carthusians, campeão da FA Cup em 1881 (atualmente disputa a The Arthurian League, amadora no sistema inglês), mas o dia 17 de março de 1883 definiu com o placar de 4 a 0. No confronto decisivo, o Old Etonians, campeão da FA Cup em 1879 e 1882, superando o Blackburn Rovers, contudo James Costley e Arthur Matthews fizeram os tentos da conquista histórica e única para o Blackburn Olympic, placar de 2 a 1, a comemoração de um classe.

 

Assim o The Morning Post redigiu o título do Blackburn Olympic em 2 de abril de 1883:

“O jogo decisivo da competição terminou em Kennington-Oval no sábado. A participação foi muito grande. Na primeira metade, os Old Etonians marcaram um gol, chutado por Goodhart, mas depois foi equilibrado quando Massie conseguiu passar o couro. Na chamada do tempo, o placar estava em um gol cada, e então a meia hora extra foi inserida. Uma luta muito emocionante se seguiu e, a cerca de 15 minutos da hora em que Costley passou a bola, e sem mais pontos, o Blackburn venceu por dois gols a um. A Taça foi apresentada pelo Major Marindin e pelo senhor Coddington, do parlamento de Blackburn, reconheceu o elogio em nome dos vencedores. Os Etonians sofreram uma grande perda devido a Dunn, sendo danificados durante o primeiro tempo, mas, por meio de uma partida, a equipe de Blackburn teve três de seus homens aleijados. Foi um jogo muito disputado, e os homens do Blackburn venceram com jogadas rápidas e boas condições”.

 

No esquema 2-3-5, o Blackburn Olympics foi o primeiro time totalmente de jogadores ingleses que ganhou a FA Cup, em campo possuía: Thomas Hacking; Albert Ward, James Warburton; Thomas Gibson, Jack Hunter, William Astley; Thomas Dewhurst, Arthur Matthews, George Wilson, Jimmy Costley e John Yates. No meio-campo havia também o treinador da agremiação, Jack Hunter com seu modelo de jogo astuto superou os rivais com melhores condições financeiras, somente ensinando a arte do futebol a comerciantes e tecelões.

 

Foto de capa: Rare Cards (UK).