Cartola FC: relembre os maiores pontuadores da história

Relembre os maiores pontuadores da história do Cartola FC.
Relembre os maiores pontuadores da história do Cartola FC.

O Brasileirão começa no próximo dia 8 e o mercado do Cartola já está aberto para escalar a tão esperada equipe ideal com o objetivo de “mitar”. Mas antes disso, vamos relembrar os 10 maiores pontuadores da história do fantasy game:

9- Douglas Friedrich e Ibson (33 pontos)

Empatados na última colocação estão o goleiro Douglas Friedrich, até então no Avaí, e Ibson, meia do Flamengo de 2008. Douglas é o único defensor que aparece na lista, e conquistou o recorde em 2017 quando fez sete defesas difíceis (DD’s) e defendeu um pênalti do Grêmio em jogo em Porto Alegre. 

Já Ibson comandou a vitória do Flamengo em cima do Palmeiras por 5×2 com três gols marcados.

8- Neymar (33,40 pontos)
Foto: Lancepress

Em uma de suas exibições de gala no Brasileirão, dessa vez em 2012, Neymar anotou três dos quatro gols que o Santos fez em cima do Cruzeiro.

7- Obina (33,80 pontos)
Foto: Folha Imagem

Jogando pelo Palmeiras de 2009, três dos 12 gols que Obina fez no campeonato foram anotados no jogo contra o Goiás que terminou 4×0. 

6- Ederson (34,90 pontos)
Foto: Gazeta Press

Na época pelo Athetico Paranaense, Ederson além de marcar três gols ainda deu uma assistência na vitória contra o Vasco por 5×1. 

5- Ronaldinho Gaúcho (35,10 pontos)
Foto: D.A Press

Em um jogo de seis gols, Ronaldinho participou de cinco, marcando em três oportunidades e ajudando o companheiro a marcar nas outras duas na vitória por 6×0 do Galo em cima do Figueirense, o que garante à ele a quinta colocação. 

4- Fred (35,90 pontos)
Foto: Photocamera

Em sua primeira passagem pelo Fluminense, Fred marcou quatro gols na vitória em cima do Grêmio por 5×4 no Brasileirão de 2011. O atacante voltou às Laranjeiras em 2020, será que conseguirá repetir o feito?

3- Jonas (36,40 pontos)
Foto: globoesporte

Artilheiro do campeonato de 2010 com 23 gols, seis à frente de Neymar, Jonas marcou três e ainda deu uma assistência para garantir a vitória do Grêmio contra o Barueri por 4×0.

2- Neymar (37,20 pontos)
Foto: ESPN

Aparecendo pela segunda vez na lista, Neymar marcou os quatro gols da vitória em cima do Athetico Paranaense em 2011, recorde que só foi batido em 2019. 

1- Arrascaeta (37,70 pontos)
Foto: Divulgação/Flamengo

Demorou oito anos até algum jogador conseguir bater o recorde feito por Neymar em 2011, mas com três gols e duas assistências na vitória por 6×1 do Flamengo em cima do Goiás, Arrascaeta superou o ex-santista por 0,50 pontos. 

Será que nessa nova temporada do Cartola teremos novos recordes?

Foto: Paulo Sergio/Agência F8