Chapecoense leva goleada do Ceará e vive drama no brasileirão

Após 4 a 1 na Arena Castelão, a situação do Verdão do Oeste fica ainda mais amarga na série A

A Chapecoense foi derrotada por 4 a 1 neste sábado (10), na Arena Castelão, em Fortaleza. Em uma partida com muitos deslizes na zaga do Verdão, Ceará se consagrou com 4 gols, sendo três de Thiago Galhardo e um de Felippe. A Chapecoense diminuiu com Renato Kayser. O próximo encontro da Chape será no domingo (18), às 19 horas, contra o Avaí, na Arena Condá. Já o Ceará enfrentará o São Paulo no Morumbi, às 16 horas, também no domingo (18).

O Vozão veio escalado no 4-2-3-1, com Diogo Silva; Cristovam, Valdo, Luiz Otávio e João Lucas; Ricardinho, Fabinho; Wescley, Thiago Galhardo, Lima; Felippe Cardoso. Já o Verdão do Oeste, que não podia contar com o artilheiro Everaldo, apostou no 4-4-1-1, com Tiepo; Eduardo, Gum, Maurício Ramos, Bruno Pacheco; Augusto, Márcio Araújo, Campanharo, Arthur Gomes; Camilo; Henrique.

Primeiro tempo:

A Chapecoense, por jogar fora de casa, iniciou a partida criando poucas oportunidades e dando brechas ao adversário, que não aproveitou. A pressão do Ceará, apesar de constante, não foi suficiente para abrir o placar e garantir o resultado no primeiros minutos da primeira metade. A primeira preocupação foi aos 14 minutos, após um gol de Wescley. Porém, o VAR foi acionado e constatou que, ao receber o lançamento, o camisa 27 estava em posição de impedimento e o gol foi anulado. Ademais, Tiepo foi acionado algumas vezes, apesar de não sofrer grande perigo. Porém, nos acréscimos, Ricardinho cobrou uma falta na intermediária e, para a aflição do torcedor da Chape, Galhardo cabeceou no canto, abrindo o placar para o Ceará na Arena Castelão.

Segundo tempo:

A segunda metade começou movimentada, e a Chapecoense chegou ao ataque adversário algumas vezes. Porém, com a instabilidade da zaga, o Ceará não perdoou. Felippe recebeu o lançamento de Lima e, ao desviar de Gum, mandou um balaço para dentro do gol. Aos 14 minutos, Cristovam ficou caído na área ao receber um empurrão de Bruno Pacheco e a penalidade foi marcada, convertida por Thiago Galhardo.

A equipe vive um desequilíbrio coletivo, com a pior defesa do campeonato e, sem Everaldo, o ataque acabou prejudicado. Felippe ainda marcou o 4º gol para o Ceará, que mandou pro gol totalmente aberto e sem Tiepo, que estava adiantado. Porém, o VAR foi utilizado novamente e o juiz constatou falta no goleiro do Verdão. No final do segundo tempo, a Chape tentou diminuir o placar com Renato Kayser, que cabeceou direto pro gol. Mas, um minuto depois, Thiago Galhardo marcou seu terceiro na partida, servido por Felippe.

Estatísticas da partida Ceará x Chape:

Posse de bola: 39% × 61%

Chutes: 8 × 14

Chutes a gol: 5 × 3

Passes: 294 × 457

Precisão de passe: 79% × 84%

Faltas: 20 × 11

Cartões amarelos: 3 × 2

Impedimentos: 4 × 1

Escanteios: 2 × 4

Confira os detalhes do novo manto celeste do Cruzeiro Os 10 elencos mais valiosos da Ligue 1 Os melhores batedores de falta do FIFA 14 CRAQUE! Confira os números de Arrascaeta pela Copa Libertadores