Relatório da CPI da Chapecoense será apresentado na próxima quarta-feira

Foto: Reprodução

A comissão parlamentar de inquérito (CPI) que trata do acidente aéreo envolvendo a delegação da Chapecoense em 2016 receberá o relatório final do senador Izalci Lucas (PSDB-DF). A reunião se iniciará às 11h30 da próxima quarta-feira.

Neste evento, a CPI também deve ouvir os depoimentos de Fabienne Belle – presidente da Associação de Familiares das Vítimas do Voo da Chapecoense (AFAV-C) e viúva de Cezar Martins Cunha, fisiologista da Chapecoense, que morreu no acidente – e o advogado Luís Inácio Adams, mediador das conversas entre a AFAV-C e a seguradora Tokio Marine, responsável pelo voo.

A CPI iniciada em 2019 teve uma pausa durante a pandemia e retomou às atividades em 2021. Já foram ouvidos a CBF, um sócio da companhia aérea LAMIA, a responsável pelo controle do voo e a Caixa Econômica Federal.

Investigada por envolvimento na tragédia, a controladora do voo Celia Castedo Monasterio foi presa em setembro de 2021. Ela era considerada foragida pela justiça boliviana desde 2016 e foi extraditada do Brasil por determinação de Gilmar Mendes, ministro do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

Em 29 de novembro de 2016, o avião que transportava a delegação da Chapecoense a Medellín, na Colômbia, caiu a poucos quilômetros do destino, deixando 71 vítimas fatais.

Os 10 jogadores com mais cartões amarelos no Brasileirão 2022 Os 10 goleiros com mais defesas difíceis no Brasileirão 2022 Os artilheiros das últimas 10 edições do Campeonato Italiano TOP 10! OS MAIORES ARTILHEIROS DO BRASIL EM 2022