Fikayo Tomori fala sobre sua decisão de permanecer no Chelsea e não ir ao West Ham por empréstimo

Em entrevista ao Chelsea Mike’d Up, Fikayo Tomori explicou o porquê de não aceitar ir ao West Ham por empréstimo mas sim permanecer no Chelsea. 

Os clubes haviam acertado uma negociação com divisão de salários e uma taxa significativa de empréstimo. Sendo assim, estava tudo favorável para que o jogador passasse a jogar pelo rival dos Blues. No entanto, Tomori decidiu que ficaria no Stamford Bridge e lutaria por uma vaga no time titular. A decisão aconteceu pouco tempo antes da janela de transferências fechar na Inglaterra. 

“Quando se trata de transferências eu preferiria que não fosse de última hora, mas as situações acontecem de modo que você precisa tomar uma decisão rapidamente”, disse Tomori. “Eu tomei a decisão de ficar no final, de melhorar mais, tentar entrar no time, jogar mais partidas, ganhar mais experiência e tentar chegar ao nível que eu estava na temporada passada”.

“No futebol, as coisas mudam tão rapidamente que eu queria ter certeza de que qualquer decisão que eu tomasse fosse realmente pensada e tentar fazer o que é melhor para mim”.

Ademais, Fikayo Tomori ainda falou sobre a recente chegada de Thiago Silva. O brasileiro ajudará no desenvolvimento do jovem com sua experiência: “Você pode ver por que ele é destaque nos níveis aos quais chegou”.

“Eu posso assistir o que ele faz e ver o quão profissional ele é”, disse Tomori sobre Thiago. “Você sempre o vê na academia cuidando do corpo e se certificando de que está bem para os jogos. O que ele fez no passado vai passar para o que ele faz aqui, e isso vai ajudar a todos nós”.

Na temporada 20/21, Fikayo Tomori jogou apenas uma partida pelo Chelsea. Mesmo assim, não aceitou ir para o West Ham ou para outros clubes, que também o sondaram. Dessa forma, o jogador busca oportunidades no elenco de Lampard e, principalmente, lutar para jogar mais. 

Foto de capa: Reprodução/Instagram.

Resta1

Caroline Lins

Futura jornalista e torcedora apaixonada pelo Santos Futebol Clube e Chelsea Football Club.