Adilson Batista processa o Cruzeiro na Justiça do Trabalho

Adilson Batista é o ex-técnico do Cruzeiro. O ex-futebolista assumiu o comando no final de 2019, quando o clube mineiro estava em situação crítica no Campeonato Brasileiro. Adilson não conseguiu evitar o inédito rebaixamento para a Série B. O ex-treinador continuou no cargo em 2020, mas foi demitido em março.

Adilson Batista entrou com duas ações judiciais contra o Cruzeiro na Justiça do Trabalho. A Raposa foi citada em dois processos feitos pelo ex-técnico, mas ambos estão correndo em segredo e foram iniciados há pouco tempo. O último processo, tendo origem de um ex-treinador do clube, partiu de Mano Menezes, que arrancou R$ 2,8 milhões da equipe mineira.

O clube de Belo Horizonte também foi processado pelos auxiliares de Adilson Batista. São eles: José Mário Campeiz, preparador físico; Cyro García, auxiliar técnico do ex-treinador. Adilson ainda tem que receber o valor da multa contratual, que gira em torno de R$ 600 mil. Isso soma mais de R$ 9 milhões em dívida que o Cruzeiro tem com os ex-técnicos.

A Raposa informou que ainda não foi notificada sobre as ações. Já Adilson Batista apenas disse que o processo estava correndo em segredo, assim não é possível saber quais os pedidos do ex-comandante da equipe do Cruzeiro.

Foto de capa: Getty Images

Resta1

Carla Andréa

Jornalista Esportiva; Torcedora do Barcelona; Apreciadora de um bom futebol.