Camaronês Joel aciona Cruzeiro na Justiça do Trabalho

O Cruzeiro tem mais uma ação na Justiça do Trabalho. Desta vez, o atacante camaronês Joel, contratado para a temporada de 2015 e que não teve uma grande sequência pela Raposa, cobra R$ 1,3 milhão do Clube. O processo foi distribuído na 45ª Vara da Justiça do Trabalho. Joel encerrou seu vínculo com o Clube neste ano.

A informação foi divulgada primeiramente pelo site GloboEsporte.com. O valor de R$ 1.337.040,00 é referente ao recebimento de salários, 13°, Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), férias proporcionais, gratificação de férias e outros valores do processo segundo divulgou a Rádio Itatiaia. Audiência entre as partes está marcada para o próximo dia 30.

O camaronês foi contrato para compor o elenco no ano de 2015, após o bicampeonato Brasileiro em 2013 e 2014. Vindo do Coritiba, ele nunca teve o brilho que mostrou pela equipe paranaense em Belo Horizonte. O contrato com o Cruzeiro durou cinco anos e foi encerrado na temporada de 2020. Ao todo, jogou 28 vezes com a equipe e marcou apenas quatro gols.

Após uma série de empréstimos em quatro anos para Santos, Botafogo, Avaí e Marítimo, de Portugal, o atleta retornou à Toca da Raposa em 2019. Joel atuou em poucas oportunidades no time que foi rebaixado à Série B. Foram apenas quatro jogos em 2019 com a Raposa e nenhum gol.

Foto de capa: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Bernardo Silva rasga elogios ao Uruguai Fernando Santos confirma: Pepe será titular por Portugal Além de Neymar: craques que se machucaram em Copas do Mundo Espanha e Alemanha têm retrospecto geral equilibrado; confira jogos