Dedé aciona justiça contra Cruzeiro solicitando rescisão, mas tem pedido negado

O zagueiro de 32 anos que por motivo de lesões seguidas não atua no Cruzeiro há mais de um ano, entrou na Justiça do Trabalho contra a Raposa pedindo a rescisão de seu contrato e mais R$35 milhões. O jogador alega no pedido “falta grave do empregador”, porém o órgão negou a sua solicitação.

Segundo o repórter Gabriel Duarte do Globo Esporte a ação do jogador foi ajuizada dia 04 de janeiro à 48ª Vara do Trabalho. O juiz titular, Marco Antônio Ribeiro Muniz Rodrigues, negou provimento. Já na última sexta-feira, outro juiz, Danilo Siqueira de Castro Faria, deu ao clube 15 dias para apresentar defesa. O Cruzeiro informou que não irá se pronunciar sobre.

O jogador alega que está há 10 meses com salário atrasado “referente ao fraudulento contrato de cessão e uso de imagem”, quatro meses sem receber FGTS e seis meses sem salário fixo na carteira. Dedé também informa atrasos de 2019.

Além disso, os pedidos do zagueiro são também referentes a indenização por danos morais, 13º salário, férias, ajuste salarial, remuneração advocatícia, verbas “por fora” e rescisória.

Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

FIFA 23: time de 1 milhão para destruir na primeira Weekend League FIFA 23: time de 500k para brilhar na primeira Weekend League Neymar mira temporada perfeita: “ganhar tudo com PSG e Seleção Brasileira” Cuiabá x Flamengo: Dorival e titulares ficam no Rio de Janeiro visando Copa do Brasil