Sérgio Santos Rodrigues seguirá como presidente do Cruzeiro no triênio 2021/2023

O cenário político atual do Cruzeiro segue instável, com diversos débitos ainda a serem quitados. No entanto, a certeza em meio a tantas incertezas é de que o atual presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, continuará no cargo até 2023. Isso porque, o prazo para inscrições de chapas concorrentes para a próxima eleição se encerrou às 17h desta sexta-feira sem nenhum inscrito, além do atual presidente. Sérgio entrou para a presidência do Cruzeiro em maio deste ano, substituindo a antiga gestão, feita por Wagner Pires de Sá.

Além disso, o conselho também irá eleger o 1º e o 2º vice-presidentes no dia 7 de outubro, cargos ocupados atualmente por Lidson Potsch e Biagio Peluso, respectivamente. Eles também compõe a chapa do advogado de 37 anos. Internamente, no entanto, há a expectativa por parte do antigo núcleo gestor de uma chapa única. Diante disso, ela seria composta por Giovanni Baroni (ficou em em segundo na eleição para o Conselho) e José Maria Fialho (ex-vice de Gilvan de Pinho Tavares, no primeiro mandato).

A reunião que confirmará o novo/atual presidente acontecerá no dia 7 de outubro, convocada pelo Conselho Deliberativo do Cruzeiro. Além disso, em novembro, ocorrerá a votação para o Conselho Deliberativo da Raposa, no qual o atual presidente Paulo Pedrosa não pode se reeleger. Após isso, será a hora de escolher os conselheiros efetivos e suplentes do clube, em votação que acontecerá em dezembro.

Foto de capa: Igor Sales | Cruzeiro

Resta1

Guilherme Alves

Editor-chefe, repórter, redator, comentarista e âncora. Falo sobre futebol, basquete, futebol americano e automobilismo.