Atlético planeja ter a camisa mais valioso de sua história, com receita de R$ 60 milhões de patrocínios no uniforme da temporada 2022

O clube alvinegro teve arrecadação de R$ 40 milhões com anúncios no ano passado e projeta 50% de aumento em 2022

A temporada de 2021 foi mágica e histórica para o Atlético Mineiro. Com a conquista do Triplete nacional, formado pela Copa do Brasil, Brasileirão e Campeonato Mineiro, o Galo é um dos times mais valiosos do continente.

Em entrevista nessa terça-feira (25), ao Superesportes MG, Leandro Figueiredo, diretor se negócios do Galo, falou sobre os patrocínios na camisa e a meta de 2022.

“No último ano, tivemos R$ 70 milhões em receita com negócios e marketing. A maior parte foi com uniformes dos times masculino e feminino, R$ 40 milhões. Neste ano, planejamos receita de 50% mais do que no ano passado”, revelou Leandro Figueiredo.

“A valorização da nossa camisa me faz acreditar que alcançaremos bons números. Nossa camisa é a terceira mais valiosa do futebol brasileiro hoje. Com muito trabalho, muito esforço e muita dedicação, vamos crescer ainda mais em 2022“.

Leandro ainda falou da mudança de patrocinador do clube para 2022. Em final de contrato com a francesa LeCoq, o Galo assinou com a Adidas para ser a fornecedora nova.

Nós tivemos negociações com oito fornecedoras diferentes. Cada uma apresentou sua proposta financeira e suas particularidades. Optamos pela Adidas, uma gigante no mercado mundial, por tudo que ela pode nos oferecer”, afirmou o diretor.

Foto de Pedro Souza/Atlético

Os 10 jogadores mais valiosos da Chapecoense CABE NO MENGÃO? Os números de Vidal nas últimas quatro temporadas INTENSO! Números de Lucas Paquetá no Lyon FURACÃO! Os números de Harry Kane nas últimas 10 temporadas