Carille quer achar o ‘ponto ideal’, para dar tranquilidade ao elenco

Com a derrota, o técnico Fábio Carille vê a pressão aumentar, mesmo com pouco tempo a frente do elenco. Para o técnico, que teve a semana cheia para treinar, conhecer e melhorar o elenco, e mesmo assim, o resultado positivo não veio. Com a derrota por 3 a 0, o técnico Fábio Carille terá mais uma semana cheia para treinos, e deve trabalhar para achar o ‘ponto ideal’, e tentar amenizar a pressão nos atacantes santistas.

“Além dos trabalhos, vamos ter que achar o ponto ideal para que esses jogadores não se sintam mais pressionados e isso não prejudique as partidas. Vamos eu e minha comissão trabalhar essa questão psicológica, com a ajuda da psicóloga do clube, e não deixar de fazer os trabalhos em campo. Precisamos reverter esses resultados e nossas questões defensivas”.

Sobre sua primeira semana cheia para treinos, Carille falou no trabalho para melhorar a questão ofensiva, mas não gerou resultados ainda, e isto está tirando a tranquilidade dos jogadores. “Essa semana eu peguei para trabalhar muito a questão ofensiva, porque não tive muito tempo para trabalhar. Nessa semana, priorizei a parte ofensiva e o resultado foi bom na questão de chegar, criar, finalizar. Temos que falar pouco, trabalhar muito, tranquilizar os jogadores, para que essa bola entre.”

O Santos volta a campo no próximo dia 3 de outubro, onde recebe o Fluminense na Vila Belmiro às 18h15. Com a derrota, o Peixe momentaneamente está na 16ª colocação com 24 pontos. Caso o Grêmio que tem dois jogos a menos, vença o Athletico na Arena da Baixada, o Santos entra no Z4 da competição.

APROVADO? Os números de Pablo em seu início pelo Flamengo CAMPEÃ! Os números da Roma na campanha da Conference League 9 camisas aposentadas em clubes de futebol Os 10 melhores jogadores do Borussia Dortmund no FIFA 07