Com pouco espaço no elenco de Diniz, meia deve ser emprestado

Procurando ajustar o elenco, com os novos reforços chegando, e dando encaminhamento aos jogadores que não estão sendo aproveitados pelo técnico Fernando Diniz, a diretoria santista deve procurar empréstimo para o meia Guilherme Nunes. O meia treina com o elenco principal, mas não foi relacionado para nenhuma partida, desde a chegada do técnico Fernando Diniz.

Aos 22 anos, Guilherme Nunes teve sua última oportunidade, ainda sob o comando de do ex-treinador Ariel Holan, na derrota para o Corinthians, por 2 a 0, p elo Campeonato Paulista. O jogador segue reinando a quase dois meses, mas não é chamado para os jogos. Para a diretoria, que precisa diminuir a folha salarial, a saída encontrada é fazer como em 2019, quando emprestou o jogador ao Paraná, e também em 2020, o emprestou à Portuguesa.

A atitude foi feita com vários jogadores que não fizeram parte dos planos do técnico Fernando Diniz, como os atacantes Rodrigão emprestado a Ponte Preta, Allanzinho emprestado ao Guarani e Jonathan Copete, que terminou seu contrato e não foi renovado. A lista de ‘negociáveis’ ainda tem Cléber Reis, Vladimir, Lucas Lourenço, Renyer, Lucas Venuto, Anderson Ceará e Bruno Marques.

Por outro lado, o Santos já anunciou, todos por empréstimo e com salários dentro da sua realidade atual, o zagueiro Danilo Boza, o lateral esquerdo Moraes Jr., os meias Camacho e Vinícius Zanocello e o atacante Marcos Guilherme. O time ainda segue no mercado, querendo trazer pelo menos mais um meia e um atacante.

(Foto: Ivan Storti / Santos FC)