CT Meninos da Vila é oferecido como penhora, para evitar bloqueio de contas

Respondendo na justiça pelo não pagamento da produção de um vídeo polêmico à empresa Red Vision, o Santos ofereceu à Justiça, o CT Meninos da Vila, afim de evitar o bloqueio de suas contas bancárias, o que dificulta em muito a operação financeira, atualmente controlada.

O processo corre na 2ª Vara Cível de Santos, sob a responsabilidade do Juiz Cláudio Teixeira Villar, e segundo informação inicial do jornalista Diego Garcia do UOL, o imóvel oferecido para a penhora, tem o valor aproximado de R$ 29,3 milhões. No último dia 17 de dezembro, os advogados santistas apresentaram apelação, para tentar reverter a sentença contrária, onde foi alegado o cerceamento de defesa, pedindo a anulação e reforma da decisão, já que não pode apresentar o vídeo a um perito.

A ação movida pela Red Vision cobra a quantia de R$ 230 mil, valor bem acima dos R$ 81 mil que estava sendo cobrado no início do processo. Anteriormente, o Santos teve um ônibus avaliado em R$ 90 mil penhorado, para garantia de quitação da dívida.

ENTENDA O CASO

O “vídeo polêmico” foi contratado pelo então presidente Orlando Rollo, há menos de 30 dias antes das eleições santistas, no valor de R$ 220 mil, e foi pago a quantia de R$ 50 mil, 48 horas do início das eleições. Como não foi pago o restante, a empresa optou em cobrar o valor na Justiça.

Ainda segundo informações do UOL, os advogados do Santos argumentam que o material foi entregue sem uma aprovação prévia, além de afirmar que a mesma empresa foi contratada também em 2019, e não entregou nenhum material.

(Foto: Divulgação / Santos FC)

Os 10 jogadores mais valiosos da Chapecoense CABE NO MENGÃO? Os números de Vidal nas últimas quatro temporadas INTENSO! Números de Lucas Paquetá no Lyon FURACÃO! Os números de Harry Kane nas últimas 10 temporadas