Denunciado no STJD por agressão à Cássio, Santos pode ter punições

A agressão ao goleiro Cássio, no jogo de volta contra o Corinthians, pelas quartas-de-final da competição, que culminou na eliminação do Santos, pode trazer mais problemas ao time da Vila Belmiro. O time foi denunciado pelo STJD pela invasão de torcedores na partida, e segundo o artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, o Santos pode ter punição financeira ou até perder mandos de campo.

O artigo indica a punição da equipe mandante uma multa que pode iniciar em R$ 100,00 e chegar a R$ 100.000,00, na questão financeira, mas também pode ter a punição de perda de mando de campo, que pode ser de uma a dez partidas longe do seu estádio, no caso a Vila Belmiro.

O departamento jurídico do Santos trabalha em cima do parágrafo 3, que afirma que “A comprovação da identificação e detenção dos autores da desordem, invasão ou lançamento de objetos, com apresentação à autoridade policial competente e registro de boletim de ocorrência contemporâneo ao evento, exime a entidade de responsabilidade, sendo também admissíveis outros meios de provas suficientes, para demonstrar a inexistência da responsabilidade.”

Dentre os envolvidos, a diretoria identificou que Gabriel Andrade dos Santos é Sócio Rei, e deve ser expulso do quadro de associados. O departamento jurídico santista, junto da diretoria, devem cobrar judicialmente os envolvidos, em caso de danos financeiros ao Santos. Os demais envolvidos, não eram Sócio Rei, mas foram identificados. São eles: Leonardo Valeriano de Souza, Lucas da Silva Ramos, Cristopher Barbosa Barcelos e Matheus da Silva Pereira.

Flamengo x Palmeiras entra em ranking de maiores rendas do futebol brasileiro; veja o top 10 Volta por cima? Criticado na Copa do Mundo, Fred vive boa fase no United Freguesia? Vítor Pereira não venceu confrontos com Abel Ferreira no futebol brasileiro Os jogadores em atividade com mais gols pelo Palmeiras