Empresário impediu campanha publicitária entre Luva e Cristiano Ronaldo

As revelações sobre os bastidores da situação envolvendo Iran Ferreira, o Luva de Pedreiro, com seu ex-empresário Allan Jesus seguem a todo o vapor à medida em que nomes importantes no mercado e representantes de grandes marcas são contactadas.

Desta vez, segundo revelou o jornalista Léo Dias, em sua coluna no portal Metrópoles, o Luva perdeu um convite de uma multinacional para dividir uma campanha publicitária com Cristiano Ronaldo.

O convite veio da Unilever, terceira maior empresa de bens de consumo do mundo, e que tentou contratar o jovem baiano a fim de que fizesse uma campanha da Clear Men, marca de shampoo em que o craque do Manchester United mantém contrato a anos.

Contudo, assim como fez com a Nike, o empresário recusou o convite e deixou mais essa grande oportunidade na carreira do jovem. Vale ressaltar que o filho do atacante português, Cristiano Júnior, assiste os vídeos do Luva de Pedreiro e já visto imitando o próprio tiktoker.

Ainda de acordo com Léo Dias, a Unilever pretendia não só fazer campanhas que rendesse muito dinheiro ao jovem, como a aprovação para o mercado, pois se trata de uma multinacional que buscava investir na imagem dele.

Foi revelado também que Allan Jesus, no qual recentemente afirmou ter faturado cerca de R$ 2 milhões com trabalhos executados por Luva, chegou a pedir mais de duas vezes esse valor pela ação.

Os resultados dos jogos de ida das oitavas da Sul-Americana Os resultados das partidas de ida das oitavas de final da Libertadores PREOCUPANTE? Os números do Botafogo nos últimos 8 jogos da temporada Os 10 times da Série A com mais gols marcados na temporada 2022