FIFA condena São Paulo a pagar cerca de R$ 2,7 milhões a Crespo

Apesar da dívida, São Paulo alega que não corre risco de sofrer sanção da Fifa porque já pagou uma parte e chegou a um acordo com Crespo

Os últimos anos não tem sido nada fáceis para um dos maiores clubes do continente, o São Paulo Futebol Clube, e agora, após a derrota na final da Copa Sul-Americana para o Independiente Del Valle, as coisas podem piorar para o tricolor paulista.

Segundo informações do ge (Globo Esporte), o clube paulista foi condenado na Fifa a pagar uma multa de cerca de R$ 2,7 milhões ao técnico Hernán Crespo. De acordo com a fonte, a decisão foi decretada na tarde de ontem (04), e prevê juros de 1% ao mês a partir da data de vencimento (13 de novembro de 2021) até a quitação da dívida.

Segundo o documento, o clube deve pagar Crespo por “remunerações pendentes” e “quebra de contrato sem justa causa”. Caso não cumpra com a decisão e pague o devido a Crespo, o São Paulo pode sofrer um transfer ban e ser impedido de registrar jogadores. Algo descartado dentro do clube, diante de pagamentos feitos anteriormente e a retomada da quitação após o processo.

A Fifa diz também no documento que não há provas de que o São Paulo pagou parcelas vencidas de direitos de imagem entre junho e outubro de 2021, o que gerou a dívida de 150 mil dólares de multa (R$ 772 mil na cotação desta terça).

Em relação à rescisão de contrato, a Fifa cobra que o São Paulo pague R$ 1,3 milhão a Hernán Crespo.

Crespo chegou ao São Paulo em 2021, e ficou no clube por alguns meses, até outubro, quando deixou o clube em comum acordo.

Foto de Fellipe Lucena/saopaulofc

10 jogadores que podem chegar ao Flamengo após parceria com empresário FIFA 23: As melhores jogadoras da Premier League feminina no game Os jogadores em atividade com mais partidas pela Argentina em Copas do Mundo Adversário duro! Relembre as campanhas da Croácia em Copas do Mundo