FIFA planeja Copa de 2026 com 12 grupos de quatro seleções

Com o sucesso da fase de grupos da Copa do Mundo de 2022 no Catar, a FIFA já começa a se organizar para o próximo mundial em 2026

A Copa do Mundo FIFA de 2022 no Catar segue se afunilando, e a cada dia que passa, novas seleções dão adeus ao torneio e os sobreviventes avançam rumo a grande final. Com isso, a FIFA segue se planejando já para o próximo mundial, que teremos uma disputa entre 48 seleções na América do Norte. Os países que sediarão o mundial será os Estados Unidos, o Canadá e o México.

O aumento do número de seleções, que passará de 32 para 48, tem rendido discussões no mundo todo, e a FIFA começou o debate a respeito desse tema. Para esse Mundial em 2026, a FIFA estuda 3 formatos diferentes para acomodar as 48 equipes selecionadas.

Mesmo com as propostas, um dos modelos de disputa é o favorito da entidade. Segundo informações do UOL, a Fifa tende a manter o formato com quatro seleções por grupo para a Copa-2026, a ser realizada nos EUA, México e Canadá 2026, no caso aumentando para 12 grupos. Essa foi a indicação em discussões na cúpula da anetidade por conta do sucesso da primeira fase da Copa do Qatar-2022. Mas não há uma decisão definitiva tomada e ainda estão na mesa duas outras fórmulas.

Esse favoritismo se deve ao mundial atual, que teve disputas emocionantes da fase de grupo no Qatar, com vagas indefinidas até o último minuto, e mudaram o rumo das discussões. Uma reunião recente da Fifa sobre o Mundial-2026 sinalizou pela preferência pelos grupos de quatro times. Os grupos de três equipes ainda têm o problema de incentivar equipes a buscar empates.

O Mundial terá um novo recorde no total de jogos, que vai depender da decisão sobre o formato final dos jogos de mata-mata. Mas é certo que haverá um aumento das 64 partidas atuais para mais de 80. Com grupos de quatro times, seriam pelo menos 88 partidas.

Foto de Getty Images

Para onde vai Jude Bellingham? K-MAG na F1! Os números de Kevin Magnussen na Fórmula 1 Repetindo os passos do herói! A jornada de Carlos Sainz na Fórmula 1 Os destaques positivos do Bahia no início da temporada 2023