Grupo de investimentos se torna principal candidato a comprar SAF do Galo; Decisão final será tomada em um mês

Segundo informações da Rádio Itatiaia, nem Al Khelaifi, nem Fenway Sports, a SAF do Atlético deverá ser vendida a um grupo de investimentos

Na noite dessa quarta-feira (28), o Atlético Mineiro recebeu o Palmeiras pela 28º rodada do Brasileirão, na busca por se recuperar na tabela, mas os planos acabaram não sendo os esperados. Com gol de Murilo, o Palmeiras surpreendeu os mandantes e venceu por 1×0.

E em meio ao foco no Brasileirão, a diretoria do Atlético e os investidores continuam no foco da transformação do clube em SAF até o fim da temporada 2022. E as últimas notícias de SAF no Brasil animaram o clube.

Após inúmeros rumores sobre uma possível aquisição por parte de Nasser Al-Khelaifi, presidente do PSG, ou do Fenway Sports Group, que administra o Liverpool, novas informações surgiram na noite dessa quinta-feira (29).

Segundo a Rádio Itatiaia, o clube conversa com 16 nomes para vender a SAF, mas a grande maioria dos interessados na compra do alvinegro são fundos de investimento. Apesar de nomes (e valores) estarem guardados sob sigilo absoluto, um deles leva vantagem e a expectativa é que, até novembro, o martelo esteja batido entre as partes.

Trabalhando para manter, no mínimo, 40% das ações, o Atlético (associação) também seguirá como dono único de seu patrimônio (clubes sociais, Cidade do Galo, Arena MRV), podendo negociar fatias num futuro.

A rádio ainda afirma que menos da metade dos 16 possíveis compradores está, de fato, na briga. Desses, três ou quatro possíveis compradores da SAF do Galo engajaram no processo, mas um está bastante engajado. Conversas com Fenway Sports Group e investidor do PSG não avançaram, e o prazo final para a escolha deverá ser por volta de um mês.

Foto de Atlético/Divulgação

Os jogadores com mais finalizações na fase de grupos da Copa do Mundo 2022 15 jogadores que podem chegar ao Vasco após parceria com empresário Dani recordista! Os jogadores mais velhos a atuarem pela Seleção Brasileira em Copas do Mundo Os 10 pilotos brasileiros com mais abandonos na história da Fórmula 1