Livres no mercado, veja 4 treinadores que comandaram o Santos e podem assumir a vaga de Diniz

Com a demissão do técnico Fernando Diniz, a diretoria deve se movimentar nos próximos dias, par a anunciar o novo treinador do Santos. A derrota para o Cuiabá colocou ponto final na curta trajetória do técnico Fernando Diniz, que durou 27 jogos à frente do elenco santista, com 10 vitórias, 7 empates e 10 derrotas, além da eliminação da Copa Sul-Americana, e a necessidade de vencer para continuar na Copa do Brasil.

Com a demissão de Fernando Diniz, alguns nomes que já treinaram o Santos e estão livres no mercado, podem ser uma opção, ainda que já passaram pelo clube e foram demitidos. Dos que já passaram pelo Santos, o nome que mais ganha força e apoio da torcida é de Dorival Júnior. Veja os demais nomes:

Com último trabalho à frente do Athletico Paranaense até agosto de 2020, Dorival Júnior já esteve no Santos em outras duas oportunidades, quando foi campeão Paulista (2010 e 2016) e campeão da Copa do Brasil (2010). Dorival nas suas duas passagens, fez bons trabalhos, inclusive na segunda, pegou o time na 18ª colocação no Brasileiro, e em poucas rodadas, levou o time à 7ª colocação. (Foto: Divulgação)
O técnico Alexandre Gallo, também seria uma opção de custo baixo, que se enquadra nos padrões do presidente Andres Rueda. O comandante já dirigiu o Santos em 2005, e não conquistou nenhum título no comando do Peixe. (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)
Desde 2019 sem dirigir, quando estava no Fluminense, o técnico Oswaldo Oliveira já dirigiu o Santos em duas oportunidades, em 2005 e 2014, sem conquistar nenhum título no Peixe. (Foto: Divulgação)
Desde 2012 sem atuar como treinador, quando dirigiu o São Caetano, Emerson Leão sempre é lembrado pela torcida, pelo trabalhlo feito no Santos em 1998, 2002 e 2008, quando conquistou os títulos da Copa Conmebol em 1998 e o Campeonato Brasileiro de 2002, quando promoveu os Meninos da Vila, Diego e Robinho. (Foto: Robson Ventura/Folhapress
)