Mesmo voltando ao banco, Jandrei fala sobre seu futuro no Santos

Depois da boa estreia contra o Sport, Jandrei deve voltar ao banco de reservas, para o retorno do titular João Paulo, que cumpriu suspensão automática, pelo terceiro cartão amarelo. Mesmo sem atuar há 1 ano, Jandrei teve 100% das bolas defendidas, e foi decisivo para garantir o empate.

Em entrevista ao Diário do Peixe, Jandrei demonstrou satisfação pela estreia, e acredita que deixou uma ‘dúvida’ na cabeça do técnico Fábio Carille, para a continuidade. “Independentemente de criar dúvida ou não, eu sigo trabalhando no dia a dia, para poder estar pronto para o que o professor precisar ajudar o Santos. Acredito que dei o melhor na partida, depois de muito tempo sem jogar. Acho que mostrei, que se precisar, podem contar comigo. Sabemos que o João, John e os meninos que subiram, vão dar muitas alegrias. Vou procurar ajudar dentro e fora de campo, vou buscar sempre ajudar.”

Jandrei afirma que veio para o Santos para ajudar, seja de qualquer forma que for necessário, sem se preocupar com o tempo que vai ficar no time. “Foi como eu falei quando cheguei ao Santos, eu vim para ajudar, independente se eu for ficar três meses ou três anos. O tempo que eu ficar, eu vou tentar ajudar a equipe, o elenco, os meninos mais novos. Buscar no dia-a-dia trabalhando e melhorando minhas técnicas. O contrato vamos ver mais para frente. Se for interessante para mim e para o clube, vai ser uma alegria muito grande continuar no Santos”.

Para o jogo contra o América/MG, Jandrei deve dar lugar ao João Paulo, que retorna à titularidade. O goleiro de 32 anos tem contrato com o Santos até o final do Paulista de 2022.

(Foto: Ivan Storti / Santos FC)