Para reforçar o ataque, Santos terá de resolver situação com 6 atacantes, entenda

A diretoria santista segue trabalhando pra definir o elenco de 2022. No ataque, mesmo com vários jogadores, a diretoria pretende trazer de 1 a 2 reforços, e para isto, deve vender, emprestar ou até rescindir com vários nomes que estão no atual elenco.

Com pouco espaço com Carille, Lucas Venuto, Bruno Marques e Raniel tem futuro incerto. A tendência é que ambos não sejam aproveitados pelo treinador, e devem ser negociados. Venuto ainda não recebeu sondagens para a próxima temporada, enquanto Bruno Marques, seus empresários seguiram rumo a Europa, a procura de um novo clube para o jogador. Já o atacante Raniel, negocia sua transferência para o CSA, para disputar a Série B.

Voltando de empréstimo, o Santos tem os atacantes Tailson, Allanzinho e Rodrigão. Tailson teve sondagens de clubes paulistas para o estadual, Allanzinho segue sem procura até o momento, e Rodrigão, que tem contrato até junho de 2022, não terá seu vínculo renovado e a diretoria tenta uma rescisão de forma amigável. Existe a possibilidade do centroavante seguir na Ponte Preta para a próxima temporada.

A lista esteve maior, já que o atacante Felippe Cardoso havia retornado do empréstimo junto ao Vengalta Sendai, foi emprestado novamente ao clube japonês, para 2022. Atualmente no elenco, Carille tem no ataque Marinho, Léo Baptistão e Marcos Leonardo disponíveis, além de Lucas Braga e Marcos Guilherme, que atuaram como meia ofensivo durante parte da temporada.

(Foto: Ivan Storti / Santos FC)

Os jogadores que podem sair do São Paulo de graça As notas dos jogadores do Bahia no empate diante do Grêmio É do Galo! Números de Pavón, em 2020-2021 Os 10 melhores jogadores do PSG no FIFA 12