Prefeitura de Belo Horizonte aumenta presença de público nos estádios e revoga necessidade de exame negativo de covid-19

A Prefeitura de Belo Horizonte liberou nessa quinta-feira (14) a entrada de torcedores nos estádios da capital sem o exame PCR

A Prefeitura de Belo Horizonte, nessa quinta-feira (14) decidiu por aceitar o comprovante de vacinação contra a Covid-19 no lugar do teste negativo para a doença para a entrada dos torcedores nos estádios da cidade. Além disso, a capacidade permitida no estádios também vai aumentar, de 30% passará a ser 40%.

O novo protocolo foi definido em reunião com o prefeito Alexandre Kalil, na tarde desta quinta-feira (14). A informação foi divulgada pelo vereador Léo Burguês (PSL), em seu perfil oficial no Twitter. A PBH afirmou que as novas medidas serão publicadas no Diário Oficial.

A decisão vem após pedidos do Atlético de revisão dos protocolos adotados para a presença de público nos estádios.

O intuito do clube é reduzir os custos que o torcedor tem para ir ao Mineirão durante a pandemia e, dessa forma, aumentar o apoio nas arquibancad as. 

Uma das exigências da prefeitura desde o início da liberação é de que todos os torcedores presentes no estádio, apresente um teste negativo para Covid-19 do tipo RT-PCR ou de antígeno, independentemente se a pessoa tomou ou não a vacina contra a doença.

Com a nova medida, quem já está “completamente” imunizado com as duas doses da vacina, não precisará realizar o teste, apenas levar o comprovante de vacinação. 

Além do pedido sobre o comprovante de vacinação, o Galo também solicitou que a prefeitura aumentasse a capacidade permitida nas partidas, que hoje é de 30%. O Galo pediu para aumentar para 50%.

Foto de Flickr Atlético