Próximo destino do Atlético na Libertadores, Equador suspende jogos nesse fim de semana devido a protestos

O país encara uma onda de protestos devido ao aumento no preço da gasolina no país. O governo decretou Estado de Exceção

Com o jogo diante o Fortaleza já no próximo sábado (25), o Atlético já se prepara para o duelo diante o Emelec, na terça-feira (28), pela ida da Copa Libertadores da América. E o duelo no Equador pode ter alguns problemas para o clube alvinegro.

Há 11 dias atrás, o país foi surpreendido com uma onda de protestos da população, devido ao aumento no valor do combustível no país. Com isso, o governo decretou Estado de Exceção, uma medida drástica para tentar conter o avanço dos protestos populares.

Nesta quinta-feira (23), a Federação de Futebol do Equador suspendeu quatro jogos do fim de semana da Copa do Equador, o que pode dar indícios de uma possível suspensão ou mudança do local da partida entre o Galo e o Emelec.

Na última temporada, o Galo passou por uma situação semelhante, ao enfrentar o América de Cali na Colômbia, em meio a protestos civis.

A programação do Atlético indica que a delegação viaja para o Equador no domingo, um dia depois de enfrentar o Fortaleza, pelo Campeonato Brasileiro, e dois dias antes do jogo contra o Emelec.

Foto de REUTERS/Santiago Arcos

Os resultados dos jogos de ida das oitavas da Sul-Americana Os resultados das partidas de ida das oitavas de final da Libertadores PREOCUPANTE? Os números do Botafogo nos últimos 8 jogos da temporada Os 10 times da Série A com mais gols marcados na temporada 2022