Rueda explica a forma das contratações do início do ano

O presidente Andres Rueda, em entrevista ao Radar Esportivo, abordou diversos temas, entre eles, os critérios para contratações, sempre esbarrando na questão financeira. O mandatário santista explicou o motivo pelo qual, não conseguiu por exemplo, a contratação do volante Fernando Sobral, atualmente no Ceará.

“Falaram do Fernando Sobral, por exemplo, mas nós não tínhamos 2 milhões de dólares (aproximadamente R$ 10,5 milhões), e por isso, contratamos jogadores livres, ou por empréstimo, com salário relativamente baixo.”

Na última janela de transferências, a diretoria trouxe em definitivo sem custos os zagueiros Maicon e Eduardo Bauermann, e o atacante Bryan Angulo, e por empréstimo, vieram o volante Rodrigo Fernández, o lateral direito Auro, o meia Bruno Oliveira, e o atacante Jhojan Julio. Destes, Maicon, Eduardo Bauermann e Rodrigo Fernández são titulares absolutos e fundamentais no time de Bustos.

Rueda ainda falou sobre as reclamações nas contratações, mas salientou que desta forma, formou a zaga titular. “Reclamam muito (a torcida), mas a nossa defesa titular veio assim: Maicon e Eduardo Bauermann.”

Para a nova abertura da janela de transferências, o Santos deve ir ao mercado, para buscar um lateral direito, um meia de criação e um atacante de lado, todos pedidos de Fabián Bustos.

Os 10 jogadores com mais cartões amarelos no Brasileirão 2022 Os 10 goleiros com mais defesas difíceis no Brasileirão 2022 Os artilheiros das últimas 10 edições do Campeonato Italiano TOP 10! OS MAIORES ARTILHEIROS DO BRASIL EM 2022