Sandry torna-se “dor de cabeça boa” para o técnico Fabián Bustos

Tido como uma das grandes promessas da base nos últimos anos, o volante Sandry esteve fora por grande parte da temporada 2021, devido rompimento dos ligamentos do joelho. O jogador passou por cirurgia, voltou no final da temporada, sob o comando de Fábio Carille, e aos poucos, foi ganhando as oportunidades.

Em 2022, o jogador teve nova lesão, menos complexa, mas que o deixou fora por várias partidas, e quando voltou, o treinador já era Fabián Bustos, o que lhe fez ter que ‘mostrar serviço” tudo de novo, para buscar espaço no elenco. Nos últimos jogos, Sandry vem sendo utilizado com mais frequência e, na última partida, foi titular, e com uma grande atuação, torna-se mais uma boa opção para o técnico santista.

O jogador atua como segundo volante, posição ocupada atualmente por Vinícius Zanocelo. Contra o Unión La Calera, Sandry no último lance, deu uma perfeita assistência para Lucas Barbosa, que estufou as redes e garantiu a vitória do Santos. Na partida, o jogador acertou mais de 80% dos seus lançamentos (10/12), além de acertar 70 de 76 passes na partida, e cometeu apenas duas faltas.

Com Fabián Bustos no comando, Sandry foi titular em 4 jogos e entrou no decorrer de mais oito partidas. Com a sequência de jogos em curto prazo, o volante é mais uma opção para o técnico, já que o Santos está vivo nas três competições que disputa, Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e Copa Sul-Americana.

(Foto: Ivan Storti / Santos FC)

O que falaram os jogadores após classificação da seleção brasileira para as oitavas da Copa do Mundo Vítor Pereira indica primeira contratação ao Flamengo Os artilheiros da Copa do Mundo 2022, ao fim da segunda rodada Armação! Os meias ofensivos mais valiosos da Copa do Mundial de 2022