Santos ganha importante apoio contra ação do Ministério Público

Depois de ser acionado na Justiça pelo Ministério Público do Trabalho de São Paulo, por promover trabalho infantil e exploração de menores nas categorias de base, o Santos ganhou apoio dos familiares dos atletas no caso. A ação exige que o Santos extingua as categorias de base abaixo dos 14 anos.

Segundo o departamento jurídico do Santos, o processo corre em segredo de Justiça por envolver atletas menores. “O Santos Futebol Clube informa que o processo em questão corre em segredo de justiça, por envolver atletas menores de idade. O clube apresentará sua defesa no prazo legal, motivo pelo qual não lhe é permitido fornecer maiores detalhes. As categorias de base do Santos Futebol Clube são reconhecidas como modelo para a inserção de crianças e adolescentes através do esporte, para auxílio no desenvolvimento não apenas de atletas, mas principalmente de cidadãos aptos ao convívio em sociedade. Por fim, o clube reitera que segue rigorosamente a legislação desportiva vigente, o Estatuto da Criança e do Adolescente e a Constituição Federal, e nega as absurdas alegações realizadas pelo Ministério Público do Trabalho.”

Após tornar público o processo, os pais e familiares de jogadores, fazendo uso das suas redes sociais, demonstrando total apoio ao Santos, repudiando a ação imposta ao Peixe, que além de ser sonho dos jovens atletas em se tornar jogador de futebol, também ao alcançar idade mínima, podem assinar contratos de formação, e ter salários, como todas as outras profissões permitem.

(Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo / Santos FC)

TIME DA VIRADA! Notas das atuações dos jogadores do Vasco contra o Operário Paulo Sousa promete quebrar o silêncio e falar sobre período no Flamengo FIFA 23: saiba tudo sobre o novo sistema de aceleração do game CRAQUES! Relembre os maiores artilheiros do Flamengo no século 21