Santos pode estar com problemas de relação no elenco; Soteldo seria o pivô da situação, entenda

A saída do técnico Lisca do Santos, pode expor um problema interno do elenco, onde os resultados ruins, além do futebol não estar fluindo em campo, poderiam ser também por causa de declarações polêmicas e comportamentos de alguns jogadores, que não estariam agradando outros, principalmente os mais experientes do time.

Por parte do técnico Lisca, foram criadas situações com o goleiro João Paulo, quando lhe foi tirada a faixa de capitão, onde na visão do treinador, a ideia era ‘valorizar’ outros líderes do elenco, e não teria agradado o goleiro. Já com Ângelo, o técnico fez declarações dizendo que o jogador teria perdido espaço no elenco, pois precisaria melhorar a parte tática, principalmente na composição defensiva, e não se encaixava no esquema tático com que ele trabalha.

A última declaração individual polêmica do técnico, foi em relação ao goleiro John, quando em um evento da CBF em São Paulo, o técnico afirmou que o jogador teria vindo quase chorando, pedir para poder ser negociado com o São Paulo. O técnico também de forma coletiva, criticou a atuação do time na derrota para o Ceará, onde afirmou que a derrota veio, pois o time “cometeu erros individuais lamentáveis”.

Outra situação que não vem agradando parte do elenco, seria a postura do atacante Yeferson Soteldo, que estaria chegando atrasado aos treinamentos e vem tendo atrito com alguns jogadores, por algumas mordomias.

No início da temporada, Andres Rueda chegou a afirmar que não traria o jogador, pois seu comportamento extracampo era complicado, já que fazia diversas festas noturnas, o que prejudicava dentro de campo. Com seu retorno, esperava-se que o jogador estaria novamente fazendo as festas, o que estaria atrapalhando para cumprir com as obrigações com o clube.

(Foto: Ivan Storti / Santos FC)

Os jogadores em atividade com mais partidas pela Argentina em Copas do Mundo Adversário duro! Relembre as campanhas da Croácia em Copas do Mundo Treinadores que podem deixar ou já deixaram o comando das Seleções após a Copa de 2022 Os jogadores em atividade com mais partidas de Copa do Mundo pela Seleção Brasileira