Tardelli detalha a ação dos ‘torcedores’ nos atos de vandalismo

O atacante Diego Tardelli passou por momentos de tensão e medo após a partida contra o Athletico Paranaense, onde o Santos foi derrotado por 1 a 0 e culminou na eliminação do clube paulista da Copa do Brasil. O Santos vem em uma sequência de 8 jogos sem vencer (3 empates e 5 derrotas), e duas eliminações recentes, da Copa Sul-Americana e da Copa do Brasil.

O estreante da noite detalhou como foi a abordagem e as atitudes dos vândalos, que se entitulam torcedores. “Parei no sinal, me fecharam e começaram a quebrar meu carro, chutar, amassar, dizer que eu ia morrer. Aquela tortura que fazem quando as coisas não vão bem. Fiquei triste e chateado. Contando alto, 10 pessoas, 10 torcedores, 10 vândalos. A torcida tem direito de cobrar, a fase não é das melhores, mas isso não justifica o que eu passei”.

Com a eliminação da Copa do Brasil, o Santos passa a ter apenas o Campeonato Brasileiro para disputar, onde na 20ª rodada, o time ocupa a 13ª colocação, com 23 pontos, com 5 vitórias, 8 empates e 7 derrotas, a seis pontos da zona de classificação para a Libertadores e dois pontos da zona de rebaixamento.

(Foto: Ivan Storti / Santos FC)