Super Edin ao resgate: Com dois gols, Dzeko decide e bota a Inter com um pé nas oitavas

Em jogo apertado no Giuseppe Meazza, a Inter de Milão bateu o Shakhtar Donetsk com show de Edin Dzeko, e bota os pés nas oitavas

A Inter de Milão recebeu hoje o Shakhtar Donetsk no Giuseppe Meazza, e com apenas uma missão: espantar o fantasma da fase de grupos e se classificar para as oitavas.

Eliminada na fase de grupos nas últimas três edições de Champions League, a Inter não encontrou jogo fácil.

A etapa inicial foi dura e com grandes chances dos italianos. O time da casa pressionou desde o início, porém, acabou parando contra o goleiro Trubin, do time ucraniano.

O time da casa ainda teve um gol anulado de Perisic, o croata e coringa nerazzurri marcou o seu gol ao bater da lateral da grande área, sem chances pro goleiro. Porém, o juiz anulou devido ao impedimento de Mateo Darmian, ala italiano que cruzou para Perisic marcar.

Mesmo com a anulação, a Inter continuou a pressão e teve ainda ótimas chances para abrir o placar. Ranocchia tentou de cabeça, Lautaro desperdiçou chances claras e até mesmo Dzeko, que teve uma bola em seus pés, que veio de uma falha da zaga ucraniana. Mas o empate seguiu para o intervalo.

Na etapa complementar, a Inter manteve a pressão, afinal, o resultado era importante para os donos da casa. E a recompensa quase veio dos pés de Lautaro Martinez.

O argentino acabou marcando um belo gol de voleio, porém, o lance foi anulado devido a uma saída da bola. Mas isso não desanimou os nerazzurris.

E dos pés de Edin Dzeko, o placar foi alterado. Aos 61′, em bela jogada do time italiano e após um bate-rebate na área ucraniana, o camisa 9 bósnio fuzilou o gol de Trubin de fora da área. Um belo gol do artilheiro nerazzurri.

Pouco tempo depois, aos 67′, novamente ele, Dzeko estava lá para ampliar o placar para os italiano de cabeça. Belo cruzamento de Darmian e finalização perfeita do camisa 9.

O Shakhtar ainda tentou descontar o placar e quase conseguiu. Aos 81′, linda jogada do israelense Solomon, que terminou em jogada brasileira de Marlos e Dodô, porém, a trave impediu o gol do time ucraniano.

Mesmo com boas chances dos visitantes e com uma grande oportunidade de Sensi para ampliar o placar, o resultado estava decretado. 2×0 com show de Dzeko. Agora o time sonha com o tropeço do Sheriff diante o Real Madrid, para garantir a vaga e voltar a disputar um mata-mata de Champions após quase 10 anos.

Foto de Getty Images

Os jogadores mais valiosos do futebol brasileiro Maiores campeões estaduais na Série A Os 10 times mais valiosos do Brasil Lembra deles? Os medalhões que jogarão os estaduais longe dos holofotes