Agora é a vez do Santos ir a Fifa para receber por venda de jogador

Passando por maus momentos, a diretoria santista viu o Santos ser acionado na Fifa por três vezes este ano, pelo não pagamento de compromissos agendados. Agora, é o Santos que vai à Fifa, para cobrar por um pagamento não recebido. Trata-se da venda do meia Emiliano Vecchio, ao Al-Ittihad, da Árabia Saudita, em julho de 2019, quando o valor acordado foi de 600 mil dólares, aproximadamente R$ 3,2 milhões, no câmbio de hoje.

O jurídico e a diretoria santista fizeram todos os procedimentos de praxe, e agora entraram com uma notificação à Fifa, que ainda não teve resposta. Do outro lado, o Al-Ittihad afirma que quitará seus débitos com o Santos, em breve, mas sem uma data definida. A diretoria santista aguarda o pagamento, que será utilizado para também na Fifa, acertar parte de suas pendências, com Hamburgo, pela compra dos zagueiros Cléber Reis, Atlético Nacional, pela compra de Felipe Aguilar e Club Brugge, pelo empréstimo de Luan Peres.

O meia Emiliano Vecchio teve passagem pelo Santos em 2016, quando chegou para ser segundo volante e armador da equipe. Seu desempenho nunca foi unanimidade, o que fez com que o jogador nunca se firmasse entre os titulares e, chegou inclusive a treinar separadamente do elenco por determinados momentos. Atualmente o meia tem 31 anos e está sem clube, pois foi dispensado pelo Bolivar, da Bolívia no mês passado.

(Foto: Agência Marka Registrada)

Resta1

Filipe Dias

Editor do MF. Paulista de São Paulo, Mineiro de Guaxupé, fundador da GuaxuPeixe, Torcida do Santos em Guaxupé e Setorista do Santos FC.