REVIRAVOLTA – Santos cobra multa milionária por Uribe

Depois de ser acionado na CBF, para ter rescisão contratual e também receber os valores em atraso, o atacante Uribe será cobrado na justiça, pelo Santos. O departamento jurídico santista concluiu que o atacante pediu demissão do Santos, e entende ter direito a cobrar a multa contratual, de 15 milhões de euros, aproximadamente R$ 94 milhões.

A diretoria santista e um dos empresários do jogador chegaram a entrar em acordo, para uma rescisão contratual no início de setembro, onde ambas as partes abriram mão de parte de valores, o Santos da multa rescisória e o jogador, parte do que afirmava ter direito de receber. Ainda no mesmo dia, a diretoria santista foi notificada por meio de cartas, do atacante e do seu representante colombiano, Luis Carlos Serrano, afirmando que a rescisão contratual era por causa dos salários atrasados. A carta chegou aos cuidados dos santistas, apenas 10 dias depois do clube ser notificado pelo jogador, que cobra os salários atrasados, que seriam os 70% cortados durante à pandemia do novo coronavírus. Como a diretoria santista quitou o saldo dentro do prazo de 15 dias, como a legislação da Fifa exige, ficou entendido para o departamento jurídico santista que o jogador pediu sua demissão.

Curiosamente, a situação do atacante Fernando Uribe é a mesma do meia Christian Cueva. Ambos são cobrados pelo Santos na Fifa por multas rescisórias. Para o empresário do jogador, o caminho é ir a Fifa para conseguir a rescisão contratual. “Fernando pediu demissão do Santos por violação de seis meses de suas obrigações com o jogador, e agora vamos processar o time via Fifa”. Após o acontecido, Fernando Uribe foi à CNRD (Câmara Nacional de Resolução de Disputas) da CBF, onde solicitou a sua rescisão unilateral de contrato, pelos atrasos salariais, direitos de imagem atrasados e também o não recolhimento de FGTS, e seu caso segue em análise.

O atacante Fernando Uribe foi contrato em 2019, junto ao Flamengo, a pedido do então treinador, Jorge Sampaoli para ser a solução da camisa 9 santista, e desde que chegou no Santos, mesmo com dedicação reconhecida nos treinos, nunca se firmou no time titular, tendo 17 jogos e nenhum gol o assistência anotada.

Resta1

Filipe Dias

Editor do MF. Paulista de São Paulo, Mineiro de Guaxupé, fundador da GuaxuPeixe, Torcida do Santos em Guaxupé e Setorista do Santos FC.