Conheça a lista dos 10 atletas brasileiros com maior número de gols na LaLiga

Foto: Allsport/Getty Images.

Na lista aparece nomes com pouco impacto no cenário nacional, alguns atletas que são conhecidos por quem acompanhava o futebol nos anos 1960 e 1980, além disso tem um que atua ainda no futebol espanhol (o décimo colocado), ele pode mudar o rumo dessa listagem que possuí uma base de atacantes aposentados (sendo que vários deles ganharam o Pichichi, prêmio ao artilheiro da competição). Vamos passear e conhecer um pouco daqueles que construíram um bom papel.

 

Listagem dos 10 maiores:

 

10- Willian José: 58 gols – Nascido em Alagoas, o jogador passeou pelo futebol brasileiro antes rumar ao Castilla (não pertence a elite da Espanha), mas contrariando as expectativas chegou a disputar jogos pelo time merengue principal e fazer boas aparições por Zaragoza, Las Palmas, Real Sociedad, atualmente no Bétis.

9- Baltazar: 66 gols – Um dos maiores nomes da história gremista também teve bom desempenho no Celta de Vigo, onde apareceu na Europa em 1986, dois anos após rumou ao Atletico de Madrid para se tornar artilheiro da competição com 35 marcações.

8- Neymar: 68 gols – Se tivesse ficado mais tempo fatalmente seria o primeiro lugar no top, porém em quatro temporadas e dividindo na época a responsabilidade com o argentino Lionel Messi fez um número razoável de tentos e assim saiu como o jogador mais caro do mundo para o PSG.

7- Ronaldinho: 70 gols – Apesar dele ser a contratação que mudou o patamar do Barcelona naquela época, o brasileiro era muito mais garçom para o camaronês Samuel Eto’o do que artilheiro, mesmo assim chegou a marcar 21 vezes numa mesma temporada.

6- Luís Fabiano: 72 gols – Durante alguns anos foi junto com Kanouté, um ataque fortíssimo dentro do futebol espanhol, tanto que foram campeões da Europa League (começando essa trajetória de vários títulos) e ganhou notoriedade para ser o nove da seleção em 2010.

5- Evaristo de Macedo: 82 gols – Foi tetracampeão da LaLiga em uma época com forte rivalidade (Real Madrid), mesmo assim chegou a sair do Barcelona, onde tinha o status de ídolo para se juntar aos merengues logo na sequência. Sem o brilho de antes retornou ao Brasil.

4- Bebeto: 86 gols – Fez parte de um dos elencos que bagunçaram a ordem natural da classificação espanhola, pois o Deportivo La Coruña apostou nele e teve um ótimo rendimento em campo. Tanto que apesar de ser segundo atacante chegou a artilharia com 27 gols em 1992-1993. Em 1996 rumou ao Sevilla sem tanto alarde nos gramados.

3- Rivaldo: 107 gols – Bicampeão da competição chegou antes ao La Coruña em 1996 com a pompa de ter sido um grande nome da reconstrução do Palmeiras e além disso um potencial na seleção nacional. Ele fez bem seu papel tanto que rumou ao Barcelona, onde chegou a ser melhor do mundo.

2- Waldo: 115 gols – Representando a década de 1960, um dos grandes jogadores da história do Fluminense tem uma representatividade gigante no Valencia, onde jogou por nove temporadas e além disso foi artilheiro do campeonato em 1966-1967 (24 marcações). Ele também atuou pelo Hércules, mas longe de fazer sucesso.

1- Ronaldo: 117 gols – Por fim, o Fenômeno que comprou recentemente o Cruzeiro tem uma trajetória interessante de artilharia no Barcelona e também no Real Madrid, sendo goleador em ambos. Vale ressaltar que o fato de ter sido campeão do mundo em 2002 ajudou no retorno a Espanha com pompa e circunstância.

Maiores campeões estaduais na Série A Os 10 times mais valiosos do Brasil Lembra deles? Os medalhões que jogarão os estaduais longe dos holofotes 7 Jogadores Livres no mercado que poderiam reforçar seu time