Cristiano Ronaldo comenta em entrevista a jornal inglês sobre sua vida extracampo

Foto: Pool/AFP/Getty Images.

Ao retornar para o futebol inglês, Cristiano Ronaldo relembra alguns fatos marcantes, porém fora dos gramados as coisas continuam mesma, segundo ele ao jornal Daily Mail:

“Ser eu é chato. Não posso ir a bares com os amigos, nos últimos dois anos não tenho conseguido levar meus filhos ao parque. Quando isso começa é fantástico, você ganha troféus, você marca gols, você está nas capas. Mas depois Por muitos anos você vê a vida de uma maneira diferente. Você tem uma menina, filhos, você quer um pouco de privacidade, mas não é possível”.

Aos 36 anos, mesmo no futuro estando aposentado (sua próxima carreira, sendo no futebol ou não), ele sabe que os holofotes sempre estarão a sua espera, pois fez muito ao esporte vestindo as camisas de Sporting, Real Madrid e Juventus: “Eu me sinto como se estivesse em uma gaiola permanente. Mas é tarde demais para mudar”.

Com vínculo até julho de 2023, sua última aparição foi com dois gols perante a Irlanda, nos próximos dias existe a chance de estrear (Young Boys ou West Ham).