Figueirense sofre no Couto Pereira e fica em situação instável na segunda divisão

Furacão do estreito perde de 2×0 e cai para a segunda metade na tabela da Série B;

Em confronto válido pela 15ª rodada da Série B do Brasileirão o representante de Florianópolis na competição perde sua terceira partida e chega a seis jogos sem saber o que é uma vitória, e com isso começa a preocupar sua torcida, enquanto Coritiba chega à vice-liderança. O Coxa enfrenta na próxima terça-feira (13/08/2019) também em casa o Brasil de Pelotas pelas 21:30, enquanto o Alvinegro enfrenta a Ponte Preta em casa na quinta-feira (15/08/2019) no mesmo horário.

PRIMEIRA METADE DE JOGO

Na primeira etapa de jogo a equipe visitante sofreu com lesões. A primeira de seu lateral esquerdo titular Matheus Destro, que após dividida com Thiago Lopes, teve que ser substituído aos 6 minutos de jogo (com uma entorse de tornozelo) e entrou o jovem Brunetti que não deu sorte e, aos 28 minutos, após dividir uma bola com o mesmo meio-campo adversário teve também que sair da partida (dessa vez a lesão foi uma entorse no joelho esquerdo), entrando assim o lateral direito Alemão Teixeira improvisado pelo lado oposto.

No mais foi uma primeira etapa de certa forma tranquila com o time de casa pressionando, todavia parava na segunda melhor defesa com apenas 9 gols sofridos até o momento, enquanto os visitantes tentavam sorte com contra-ataques mas nem levaram perigo ao gol do Coritiba.

SEGUNDA METADE DE JOGO

No intervalo o técnico Umberto Louzer pra tentar aumentar ainda mais sua pressão coloca Rafinha no lugar de Wellissol, mexida que da certo, mas com uma ajuda de Vinícius Eutrópio que soltou um pouco seu time. com essas mudanças se viu um jogo com mais oportunidades de gol dos dois lados, mas esse só veio sair com 21 minutos após Thiago Lopes cobrar escanteio, o artilheiro da competição, Rodrigão, ganhou da zaga Alvinegra no alto e cabeceou a bola que bateu no lateral direito Kauê e morreu no fundo das redes. Esse gol teve muita reclamação dos atletas do FIgueirense por conta de uma possível falta de Rodrigão em Alemão Teixeira na disputa por espaço.

Rodrigão saindo pra comemorar o primeiro gol da partida (Foto: Divulgação, Coritiba FC).

Após o gol a partida ficou truncada até que o volante Betinho perde uma bola na frente da área, e assim, outros dois jogadores que entraram na segunda etapa participaram do segundo gol do Coxa, Patrick Brey rouba a bola e serve Igor Jesus que aos 45 minutos fecha o placar da partida.

DETALHES DO JOGO:

CORITIBA

Alex Muralha; Diogo Mateus, Rafael Lima, Sabino e William Matheus; Matheus Sales, Juan Alano, Giovanni (Patrick Brey), Thiago Lopes e Wellissol (Rafinha); Rodrigão (Igor Jesus). Técnico: Umberto Louzer.

FIGUEIRENSE

Matheus Vidotto, Kauê, Alemão, Ruan Renato e Matheus Destro (Brunetti) (Alemão Teixeira); Zé Antônio, Betinho e Tony; Fellipe Mateus (Andrigo), Willian Popp e Rafael Marques. Técnico: Vinícius Eutrópio.

GOLS: Rodrigão, aos 21 do segundo tempo, e Igor Jesus, aos 45 do segundo tempo (C).

CARTÕES AMARELOS: Tony e Willian Popp(F). Rafinha(C)

ARBITRAGEM: André Luiz de Freitas Castro, auxiliado por Leone Carvalho Rocha e Edson Antônio de Sousa (trio de GO).

BORDERÔ: 37.723 torcedores, para uma renda de R$ 424.609.

LOCAL: Couto Pereira, em Curitiba.

Posse de bola: 59% × 41%

Chutes: 16×14

Chutes a gol: 2×2

Passes: 519×357

Precisão de passe: 87% × 82%

Faltas: 9×7

Cartões amarelos: 1×2

Impedimentos: 2×0

Escanteios: 14×3