Figueirense sofre por semana sem treino e empata com CRB

Em sábado movimentado pro Alvinegro, fica apenas no 2×2 com CRB em casa pela 18ª rodada da Série B

Na partida do sábado dia 24/08/2019 pelas 19h, a equipe do estreito joga bem até primeiro terço da segunda etapa, quando cansou, tomou empate após perde grande oportunidade de gol e sofreu em resto de jogo. Com resultado chegou à 9 partida sem vitória, continuando apenas 2 pontos do Z4, próximo jogo é fora de casa contra o Operário, já os Alvirrubros enfrentam o Bragantino em casa.

PRÉ JOGO

Duas horas antes da bola rolar no estádio Orlando Scarpelli, na chegada do elenco alvinegro pra partida, os atletas foram recepcionados em casa pela torcida com muita festa e gritos de apoio aos jogaodres,

https://twitter.com/Luquinhas_FFC/status/1165465616561725440?s=20
Vídeo de torcedor sobre a recepção.
 

O JOGO

PRIMEIRO TEMPO

Quando o elenco que chamou a atenção durante a semana por ter feito um WO na terça-feira por salários atrasados entrou em campo na noite do dia 24, receberam muito apoio mais uma vez de sua torcida, cantando um por um o nome dos jogadores e apoiando eles durante todo o jogo.

Os mandantes após muita pressão numa jogada onde Rafael Marques trabalhou com Victor Guilherme, o qual cruzou pro destaque do time na segunda divisão Willian Popp abrir o placar aos 28 minutos de partida. O destaque foi na comemoração onde o jogador chamou todo o elenco para comemorar junto.

 
Narração de Salles Júnior do primeiro gol pela CBN Diário Florianópolis.

Ainda na primeira etapa, aos 41 minutos, Ferrugem volante da equipe Alagoana com passagem pelo Figueirense, observou o goleiro Elisson adiantado e acertou um chute de rara felicidade encobrindo o guarda redes Alvinegro e assim empatando o jogo.

SEGUNDO TEMPO

Logo no começo da segunda etapa, com 6 minutos o Figueirense fez seu segundo gol após bela jogada individual de Willian Popp que o cruzamento acabou por ir em direção ao gol, e após defesa do goleiro Vinícius Felipe Matheus empurrou para o fundo das redes.

 
Segundo gol do Figueirense narração Salles Júnior CBN Diário Florianópolis

Aos 12 minutos da mesma segunda etapa, após dividida de Ferrugem e Felipe Matheus a bola sobrou para o meio campo Tony o qual partiu no mano a mano com o goleiro do CRB, todavia não se decidiu no que fazer e perdeu a oportunidade que podia “matar” o jogo.

E logo após a vacilada do meio campista alvinegro os visitantes empataram novamente a partida aos 16 minutos com gol de cabeça do atacante Léo Ceará, o curioso é que a partir dessa etapa do jogo foi possível reparar um certo cansaço na equipe mandante sofrendo mais sufoco.

O Furacão do Estreito ainda teve uma bola na trave com o atacante Robertinho que entrou na vaga de Felipe Matheus. O último destaque do jogo foi a estreia de Yuri Mamute no profissional do Figueirense aos 38 minutos, que logo ao entrar provocou a expulsão do lateral direito adversário Daniel Borges, fazendo assim os Regatianos terminarem com um a menos em campo.

 
Twitter oficial do clube anunciando o término da partida empatada

Outro destaque no final da partida, foi fora de campo quando a torcida do Figueirense cantou em protesto ao conselho e a empresa administrativa do clube, a Elephant, essa mesma torcida que ficou com faixas esticadas durante o jogo declarando que o clube é da torcida e pedindo a saída do diretor de marketing Bruno Ribeiro e do Presidente Cláudio Honigman.

 

FICHA TÉCNICA

Figueirense 2×2 CRB

FIGUEIRENSE

Elisson; Victor Guilherme, Alemão, Ruan Renato e Roberto; Zé Antônio, Betinho (Patrick) e Tony; Fellipe Mateus (Robertinho), Willian Popp e Rafael Marques (Yuri Mamute).

Técnico: Vinícius Eutrópio.

CRB

Vinícius; Daniel Borges, Victor Ramos, Wellington Carvalho e Igor, Ferrugem (Ewerton Páscoa), Claudinei, Lucas Siqueira (Élton Arábia), Felipe Ferreira (Willie) e Alisson Farias; Léo Ceará.

Técnico: Marcelo Chamusca.

GOLS: Willian Popp, aos 28 do primeiro tempo, e Fellipe Mateus, aos 6 do segundo tempo (F). Ferrugem, aos 41 do primeiro tempo, e Léo Ceará aos 16 do segundo tempo (C).

CARTÕES AMARELOS: Ruan Renato (F). Daniel Borges (C).

EXPULSÃO: Daniel Borges (C).

ARBITRAGEM: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza, auxiliado por Daniel Paulo Ziolli e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (trio de SP).

BORDERÔ: 2.920 torcedores para renda de R$ 52.230.

LOCAL: Estádio Orlando Scarpelli

Posse de bola: 59% × 41%

Chutes: 13×12

Chutes a gol: 5×3

Passes: 488×341

Precisão de passe: 85% × 79%

Faltas: 14×15

Impedimentos: 1×2

Escanteios: 6×5